Deputado Jurandir Maciel torce por premiação de catadores gaúchos

PTB Notícias 29/09/2013, 13:28


Para reconhecer boas práticas de inclusão social e econômica de catadores de materiais recicláveis, em especial na implantação da coleta seletiva, o governo federal lançou o Prêmio Cidade Pró-Catador.

A iniciativa é da Secretaria-Geral da Presidência da República.

O deputado estadual Jurandir Maciel (PTB), que tem um trabalho junto aos catadores do Rio Grande do Sul, estima que pelos menos uma cidade gaúcha esteja entre as premiadas.

As inscrições podem ser feitas até o dia 25 de outubro.

Dois representantes de cada experiência premiada – um gestor público municipal e um catador – conhecerão um modelo de reciclagem em um país referência com todas as despesas pagas.

“Temos municípios como Novo Hamburgo, Santa Cruz do Sul, Cachoeira do Sul e Jaguarão, onde os catadores estão organizados e inseridos na coleta seletiva, com grandes chances de serem premiados”, destaca o deputado do PTB do Rio Grande do Sul.

Conforme a proposta, serão premiadas quatro iniciativas de municípios que se destacam no desenvolvimento de políticas públicas nessa área e que estejam de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, instituída pela Lei 12.

305/2010.

Segundo a Secretaria-Geral, o Cidade Pró-Catador tem como objetivos reconhecer e dar visibilidade às prefeituras cujas práticas com inclusão social e econômica de catadores possam ser referências para incentivar outros municípios a também implementar iniciativas nesse campo; aprofundar o conhecimento dos gestores públicos federais, estaduais e municipais sobre políticas públicas de reciclagem, coleta seletiva e inclusão social e econômica de catadores e criar um banco de boas práticas municipalistas.

“Tupanciretã é uma das cidades em que estamos empregando essas medidas.

Com o fechamento do lixão Abacatu, 20 famílias de catadores ficaram sem renda e a prefeitura passou a ter um gasto a mais com o envio dos resíduos para um aterro de Santa Maria”, conta o petebista Jurandir Maciel.

As inscrições estão disponíveis no site www.

secretariageral.

gov.

br/procatador.

A Comissão de Avaliação fará uma triagem de até dez iniciativas que melhor se enquadrem nos critérios de boas práticas definidos previamente.

Elas serão avaliadas in loco, com o registro documental e fotográfico para compor o banco de dados do Comitê Interministerial para a Inclusão Social e Econômica de Catadores de Materiais Reutilizáveis e Recicláveis (CIISC).

Dessas, serão escolhidas quatro para serem premiadas durante a cerimônia de honra no Natal da Presidente com os catadores de materiais recicláveis e população em situação de rua, que acontece em dezembro.

As premiadas também farão parte da publicação do CIISC sobre boas práticas de ações municipais.

O Prêmio tem a parceria do Ministério do Meio Ambiente, Fundação Banco do Brasil, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis.