Deputado Luiz Marinho cobra ‘basta’ à atitude homofóbica de Bolsonaro

PTB Notícias 1/04/2011, 8:21


O deputado estadual Luiz Marinho (PTB-MT) criticou o posicionamento do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) contra o homossexualidade.

Recentemente, o parlamentar carioca deu uma “infeliz” declaração em resposta à cantora Preta Gil, no programa CQC, exibido pela TV Bandeirantes, nesta segunda-feira (28/03), e gerou muita polêmica.

Para Marinho, Bolsonaro não soube respeitar a cantora, que após a repercussão do caso declarou ser ‘negra, gay e e feliz’.

“O Bolsonaro extrapola muito essa questão.

Tem muito preconceito e isso é muito triste”, lamentou o deputado.

A atitude do deputado federal fere a liberdade e diversidade conquistada pelos brasileiros ao longo dos anos, conforme Marinho.

Por isso, ele cobra um “basta” ao preconceito do progressista.

“Graças a Deus somos um país que tem uma diversidade muito grande.

Não podemos aceitar mais que um homem público haja com discriminação”, frisou Marinho, em entrevista ao jornalista Antero Paes de Barros, na Rádio CBN (AM 590).

Com a bandeira contrária à homossexualidade, Jair Bolsonaro manifestou repúdio ao projeto da Comissão de Direitos Humanos e Minorias que distribui um kit com dois DVDs contendo pequenos filmes destinados a crianças entre 7 e 10 anos da rede pública de ensino, o que ele classifica de “kit gay”.

Pela “dura” atuação, o deputado deve ser investigado pela Corregedoria da Câmara Federal.

O requerimento obtém 20 assinaturas e acusa Bolsonaro de racismo.

Preta Gil havia perguntado o que ele faria se o seu filho de apaixonasse por uma negra e ele então respondeu: “Preta, não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja.

Eu não corro esse risco e meus filhos foram muito bem educados.

E não viveram em ambiente como lamentavelmente é o teu”.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal Olhar Direto