Deputado Marcus Vinícius pede mais efetivo da força policial de Petrópolis

PTB Notícias 20/04/2012, 17:16


A Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) promove dia 07 de maio, às 11h, no plenário da Câmara de Vereadores de Petrópolis, uma audiência pública para discutir, principalmente, o esvaziamento da Polícia Militar no município.

A perda de 170 homens em 10 anos motivou o deputado Marcus Vinícius (PTB-RJ) a pedir a audiência.

Marcus Vinícius compara o efetivo da Petrópolis, cidade com cerca de 300 mil habitantes, com as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) na capital.

Esta semana, foram inauguradas duas UPPs no Complexo do Alemão, compostas de 660 policiais que passarão a fazer parte do cotidiano de aproximadamente 40 mil moradores.

“Só no Independência, o bairro populoso de Petrópolis, temos 40 mil moradores.

E para toda a cidade são 430 PMs, apenas”, mostra.

O deptado frisa que não se trata de uma crítica à política de segurança pública do Estado.

“Mas, Petrópolis merece mais.

Existe demanda para isso.

É importante o policiamento preventivo, atribuição da PM”, considera.

O Governo do Estado inicia em maio a convocação de quatro mil aprovados em concurso realizado em 2010.

Eles passam pelo Curso deFormação e Aperfeiçoamento de Praças, em turmas escalonadas até dezembro.

Até o final do ano a corporação terá 47 mil integrantes, com a previsão de chegar a 2014 com cerca de 60 mil.

– Contamos com 430 policiais com escala de serviço.

Esse efetivo não está nas ruas todo o tempo.

E o 26o Batalhão da PM de Petrópolis funciona como Batalhão-Escola.

Ao final de cada curso são 50 formados PMs e não estamos conseguindo reter nenhum deles na cidade”, aponta Marcus Vinícius.

Para a audiência pública estão convidadas as autoridades policiais, a administração pública, o legislativo e representantes da sociedade.

“Petrópolis tem hoje uma Secretaria de Segurança Pública que deve estar mais entrosada e tomar a frente em situações como essa” completa o deputado”.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal Folha de Petrópolis