Deputado Maurício Dziedricki pede valorização da atividade policial no RS

PTB Notícias 12/06/2015, 8:00


Em uma homenagem ao trabalho dos policiais civis de Caxias do Sul (RS), que nesta semana desarticularam uma perigosa quadrilha que atuava na Serra gaúcha, o líder partidário do PTB na Assembleia Legislativa, deputado Maurício Dziedricki, usou a tribuna da sessão plenária de quinta-feira (11/6/2015) para destacar a importância da valorização da atividade, no Estado.

“Apesar da limitação de recursos, estes homens e mulheres foram capazes de reduzir ou de eliminar pelo menos uma quadrilha especializada em ações violentas.

Precisamos fazer com que mais oportunidades tenham os nossos servidores da Polícia Civil, na luta contra o crime que assola os municípios gaúchos”, afirmou.

Em seu discurso, Maurício alertou para a publicação de decreto estadual que evita o chamamento de novas nomeações de concursados, bem como o reaparelhamento das polícias.

O deputado lembrou que o tema segurança pública foi pauta da reunião da bancada petebista, em reunião coordenada pelo delegado Ranolfo Vieira Júnior — o qual foi titular do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) por seis anos, quando foram citadas a falta de armas, coletes e viaturas.

“Estima-se que leve de 360 a 420 dias a compra de uma viatura e isso significa que, para os próximos dois anos, não teremos carros novos para a Polícia Civil, Brigada Militar e Susepe”, afirmou.

Ação em CaxiasSegundo Maurício, uma operação realizada pela Delegacia Especializada de Furto, Roubos e Capturas (Defrec) e pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), em Caxias do Sul, desbaratou uma quadrilha que realizava assalto a banco e roubo a carro-forte, com os quais foram apreendidos armamentos de uso exclusivo do Exército.

Em sua fala, o parlamentar citou os nomes dos policiais envolvidos e parabenizou pela ação que uniu a inteligência e a articulação entre os órgãos, no combate à criminalidade.

São eles, o diretor do Deic, delegado de polícia Eduardo de Oliveira César; delegado de polícia Joel Wagner; delegado Mario Momback, da Defrec de Caxias do Sul; escrivão Jairo Renato; investigador Ricardo Guimarães; comissários Edegar Figueiró e Júlio César de Fabra Júnior; inspetores Rafael Marinho, André Lima Coelho, Monique Pires de Oliveira, Alexandre Cleinds, Vinicius Dartora e Tiago Teixeira.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul Foto: Mariana Carlesso/Agência ALRS