Deputado Nelson Marquezelli explica alterações na Lei dos Caminhoneiros

PTB Notícias 5/08/2014, 11:40


O plenário da Câmara dos Deputados aprovou as emendas do Senado ao projeto que aumenta o tempo máximo ao volante do motorista profissional de 4 horas para 5 horas e meia, horário corrido.

O projeto altera a forma de aproveitamento do descanso obrigatório, além de outros detalhes no regulamento da profissão.

Os deputados ainda precisam analisar destaques que podem reincluir ou retirar emendas.

Pela proposta, a jornada do motorista profissional continua a ser de oito horas, com duas extras, mas convenção ou acordo coletivo poderá prever até quatro horas extras.

A emenda do Senado que retirava a possibilidade de quatro horas extras foi rejeitada pelo plenário.

A cada seis horas no volante, o motorista deverá descansar 30 minutos, mas esse tempo poderá ser dividido, assim como o tempo de direção, desde que esse último seja limitado às 5 horas e meia contínuas.

O deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP) presidiu a comissão especial que discutiu as alterações na Lei dos Caminhoneiros.

Em entrevista ao programa Palavra Aberta, da TV Câmara, Marquezelli explicou essas alterações.

(http://www2.

camara.

leg.

br/camaranoticias/tv/materias/PALAVRA-ABERTA/472359-DEPUTADO-NELSON-MARQUEZELLI—LEI-DOS-CAMINHONEIROS.

html” target=”_blank) Clique aqui e assista à entrevista.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da TV CâmaraFoto: Alexandra Martins/Câmara dos Deputados