Deputado Paes Landim ressalta importância de valorizar o professor

PTB Notícias 17/04/2009, 14:12


Ao defender a valorização do professor para garantir a qualidade da educação no Brasil, Paes Landim (PTB-PI) citou análise do senador Cristovam Buarque, para quem o problema fundamental da escola hoje no Brasil é salarial.

Cristovam, como lembrou Paes Landim, defende a tese de que os professores deveriam ser pagos pela União, “a fim de evitar que a politicagem neste País de dimensões continentais possa influenciar as escolhas de professores”.

Na avaliação de Paes Landim, Cristovam, ao defender sua tese, deve ter se inspirado em Anísio Teixeira, educador, idealizador da Universidade de Brasília e, segundo o deputado, o maior pensador da educação brasileira no século XX.

Anísio Teixeira, como lembrou Paes Landim, já defendia, quando assumiu a presidência do Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos – que, em razão de projeto de autoria de Landim, chama-se hoje Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – que o antigo ensino primário, hoje nível fundamental, fosse financiado pela União.

Anísio Teixeira, continuou Landim, defendia na década de 50 a criação de um fundo da educação.

“O Fundef, hoje Fundeb, que o Governo FHC criou, é uma ideia também de Anísio Teixeira”.

Paes Landim lamentou também que a educação esteja em sexto lugar na lista de prioridades do brasileiro, segundo dados do Ibope de 2007.

“O que é uma lástima.

Mesmo na elite pensante do País, dos que têm diploma de nível superior, só 50% acharam que ela é um fato importante para o País”, afirmou.

Mesmo elogiando as iniciativas do atual ministro da Educação, Fernando Haddad, “de alavancar, em termos de qualidade, o ensino brasileiro”, Paes Landim acredita ser preciso que a elite pensante e as lideranças políticas também se convençam de que a educação é realmente o fator precípuo para que o País ingresse na plena modernidade.

Escolas técnicas – O deputado também ressaltou a importância das escolas técnicas federais, “que têm sido um grande instrumento, junto com os colégios militares, de promoção social dos cidadãos”.

Ele voltou a aplaudir a gestão do ministro Haddad e do presidente Lula de ampliar o número dessas instituições no País.

Como exemplo, ele informou que, há cerca de quatro anos, havia escola técnica federal apenas nas cidades piauienses de Teresina e de Floriano.

“Hoje, graças ao atual diretor atual Francisco Santana, que é reitor da escola técnica federal do Piauí, temos hoje mais cinco unidades funcionando e está prevista a criação de outras seis nos próximos 2 anos, inclusive na minha cidade São João do Piauí.

fonte: Jornal do Senado