Deputado Parisotto propõe uso de papel reciclado em órgãos públicos

PTB Notícias 19/06/2009, 17:20


Em tempos em que se faz cada vez mais necessário a preservação do meio ambiente, o deputado estadual petebista Parisotto apresentou proposta de lei solicitando ao Governador do Estado de Santa Catarina adoção de medidas que obriga a Administração Pública utilizar papel reciclado em todos os órgãos e entidades direta e indireta.

A aplicação do programa seguiria percentuais mínimos e progressivos do total de papel utilizado: 10% no primeiro ano, 30% no segundo ano e 50% a partir do terceiro ano.

Segundo dados a cada 50 quilos de papel usado, transformado em papel novo, evita o corte de uma árvore de 7 anos, o plantio de até 350 m² de monocultura de eucalipto, obtendo uma economia de 20 mil litros de água, 1.

200 litros de óleo combustível.

A produção de papel reciclado utiliza vinte vezes menos energia, se comparado ao mesmo processo de papel branco.

Por fim, a reciclagem de papel incentiva a preservação de recursos naturais (matéria-prima, energia e água) e a diminuição da quantidade de lixo que vai para os aterros sanitários, o que é altamente oneroso para os cofres públicos, ou seja, para a sociedade.

Além disso, a reciclagem de papel gera inclusão social por meio das cooperativas, associações de triagem, e micro e pequenas empresas recicladoras, fomentando-se assim o desenvolvimento desta atividade.

Diante desta esta realidade para o Deputado Parisotto incentivar as atividades voltadas ao meio ambiente, visando ao desenvolvimento, no Estado e País, de pesquisas e processos tecnológicos destinados a reduzir a degradação da qualidade ambiental; à fabricação de equipamentos antipoluidores; e outras iniciativas que propiciem a racionalização do uso de recursos ambientais tornam-se obrigação do Poder Público, uma vez já citada no artigo 13, da Lei de Política Nacional do Meio Ambiente (Lei No.

6.

938/81).

fonte: Assessoria do Deputado Narcizo Parisotto (PTB-SC)