Deputado Pedro Fernandes: Deveríamos fazer uma CPI do Legislativo

PTB Notícias 16/06/2009, 9:16


O Deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) comentou, no Plenário, na última semana, a chamada Lei da Mordaça.

Segundo ele, não se pode, em um país democrático, querer amordaçar promotores ou imprensa.

“Para os desgostosos com o Ministério Público, esta Casa criou o Conselho Nacional do Ministério Público.

É para lá que devemos encaminhar nossas contrarrazões e eventuais perseguições dos poucos maus profissionais dessa área.

Nunca fazer uma lei da mordaça.

Serei um dos que vão brigar contra isso.

E não estou pretendendo defender o Ministério Público ou os procuradores; estou defendendo a nossa República, a nossa democracia”, disse o Deputado do PTB.

Pedro Fernandes afirmou ainda que o Ministério Público deve estar cada vez mais atento à Câmara dos Deputados e mostrar à população quem está certo e quem está errado.

“Não houvesse um Ministério Público vigilante, como não estaria esta Casa? Não temos moral sequer para fazer a CPI da Petrobras.

No entanto, apesar de tantos escândalos no Senado e também na Câmara, ainda nos erguemos com autoridade de fazer uma CPI.

Nós deveríamos, primeiro, fazer uma CPI da Casa, uma CPI do Legislativo, para, depois, fiscalizar e cobrar, que é o nosso papel.

Mas não temos muita moral perante a opinião pública”.

“Querem até fazer uma reforma política, instituindo a lista fechada para esconder alguns nomes que querem voltar a esta Casa.

Por isso também somos contra a lista fechada.

Mas nós temos que mostrar a cara para o País a fim de sermos julgados.

Nós temos que mostrar a cara para que a população nos avalie.

Esta é a minha posição, é a posição que defendo no Parlamento e na minha base.

Acho que assim a nossa democracia e a nossa República irão crescer”, concluiu o Parlamentar do PTB.

* Agencia Trabalhista de Notícias