Deputado Ronaldo Santini volta a apresentar emenda ao orçamento para hospitais filantrópicos

PTB Notícias 18/10/2016, 8:58


Imagem Crédito: Marcelo Bertani/ALRS

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1476788044046{margin-bottom: 0px !important;}”]O presidente da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas e Hospitais Filantrópicos, deputado estadual Ronaldo Santini (PTB-RS), apresentou uma emenda de R$ 299 milhões ao projeto de lei nº 194/2016, que estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício financeiro de 2017. A matéria está em discussão na Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, presidida neste ano pelo próprio deputado trabalhista, e o prazo para as emendas de iniciativas parlamentares e populares encerrou na quinta-feira, 13.

A proposta do Executivo, prevista no projeto, é de R$ 1 milhão. Diante da importância do cofinanciamento hospital, como forma de complemento à manutenção do sistema público de saúde, Santini apresentou a ampliação do recurso, sugerindo a aprovação de R$ 300 milhões, seguindo o mesmo formato dos anos anteriores, onde o parlamentar atendeu o apelo da Federação das Santas Casas. “Já discutimos com o relator (Marlon Santos – PDT) e demais membros da Comissão sobre a origem do destino, que estamos sugerindo que seja da reserva de contingência”, informou Santini.

O parlamentar alertou que essas instituições filantrópicas de saúde enfrentam uma crise histórica e não resistirão a mais um ano de pagamentos atrasos e recursos reduzidos. As santas casas e hospitais filantrópicos são responsáveis por mais de 75% dos atendimentos do Sistema Único de Saúde (SUS) no Rio Grande do Sul. “Contamos com a sensibilidade dos colegas deputados e do Poder Executivo para aprovação da emenda”, concluiu. Líder da Frente Parlamentar, nos últimos anos Santini tornou-se um dos principais agentes políticos de apoio ao segmento hospitalar filantrópico.

A Lei Orçamentária deste ano já possui uma emenda no valor de R$ 300 milhões, de autoria do parlamentar, para contemplar o custeio do setor. Uma emenda em 2015, no mesmo valor, e outra em 2014 de R$ 250 milhões, também foram sugeridas por ele e incluídas no orçamento estadual.

Com informações da assessoria do deputado Ronaldo Santini (PTB-RS)[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]