Deputado Tião Medeiros vota contra sistema de eexploração do fracking no Paraná

PTB Notícias 15/09/2016, 8:35


Imagem Crédito: Divulgação

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1473939176390{margin-bottom: 0px !important;}”]O deputado Tião Medeiros (PTB-PR) declarou na segunda-feira, 12, durante sessão da Assembleia Legislativa do Paraná, ser contra a exploração desenfreada do fracking no Estado do Paraná. O fracking consiste na construção de poços de extração de gás de xisto pelo método de fraturamento hidráulico de rocha.Tião Medeiros apoiou a Proposta de Emenda à Constituição do Estado (PEC) nº 12/2015, de autoria dos deputados Schiavinato (PP), Fernando Scanavaca (PDT), Rasca Rodrigues (PV) e Marcio Nunes (PSD), alterando o artigo nº 209, a fim de incluir a necessidade de autorização prévia da Assembleia Legislativa para a eventual construção de poços de extração de gás de xisto pelo fracking. A proposta foi aprovada em primeira discussão na Assembleia.

“Sou contra a exploração como é proposta atualmente. Nosso Estado precisa estudar e tirar todas as dúvidas sobre adotar ou não este polêmico método. O fracking é proibido em várias partes do mundo pois a exploração pode resultar na contaminação de nossas reservas de água”, explicou o deputado.

O texto proposto determina que “observada a legislação federal pertinente, a construção de centrais termoelétricas, hidrelétricas e perfuração de poços de extração de gás de xisto pelo método de faturamento hidráulico da rocha dependerá de projeto técnico de impacto ambiental e aprovação da Assembleia Legislativa; a de centrais termonucleares, desse projeto, dessa aprovação e de consulta plebiscitária”. Na prática, nenhuma empresa poderá realizar a extração de gás de xisto sem a aprovação dos deputados estaduais.

De acordo com o deputado, a exploração pelo fracking gera o risco de contaminação do solo e das águas nos 122 municípios paranaense onde haverá a exploração. A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) leiloou, em 2013, 72 blocos para exploração de gás no Brasil, sendo 16 no Paraná, atingindo as regiões Oeste, Sudoeste e Noroeste do Estado.

Com informações da assessoria do deputado Tião Medeiros (PTB-PR)[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]