Dilemário Alencar cobra que governador ponha fim na greve dos professores

PTB Notícias 18/09/2013, 8:34


Ao apresentar na terça-feira (17/9/2013) Moção de Apoio e Solidariedade aos professores da rede estadual de ensino que estão em greve desde o último dia 12 de agosto, o vereador de Cuiabá (MT) Dilemário Alencar (PTB) cobrou do governador Silval Barbosa (PMDB) uma atitude de respeito e diálogo construtivo com os professores para por fim ao movimento grevista que já se configura no mais longo da história da categoria.

“Há 40 dias os professores estão paralisados em busca de uma negociação salarial com o governo.

Lamentavelmente, a impressão que tenho é que o governo age com desrespeito com esses profissionais ao não tomar uma atitude para buscar o entendimento”, disse Dilemário.

A categoria luta por reajuste salarial de 10%, 4% e melhorias na infraestrutura das escolas.

Defendem também o chamamento dos aprovados no concurso público de 2010, aplicação dos 35% dos recursos na educação como prevê a Constituição Estadual e exigem do governo uma política salarial que vise dobrar o poder de compra dos educadores em até sete anos.

“As reivindicações dos professores são justas.

Faço um apelo ao governador Silval Barbosa para abrir um diálogo construtivo com os mais de 38 mil professores que estão paralisados.

O diálogo é fundamental para por fim na angústia milhares de alunos que residem em Cuiabá e demais municípios de Mato Grosso que estão sem acesso ao ensino público”, defendeu Dilemário.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria do vereador Dilemário Alencar (PTB-MT)