Dilemário cobra volta do vale-transporte para presidentes de bairros

PTB Notícias 5/03/2015, 18:36


O vereador Dilemário Alencar (PTB) cobrou, na Câmara Municipal de Cuiabá (MT), durante a sessão legislativa de terça-feira (3/3/2015), o retorno do repasse do vale-transporte para os presidentes de associações de moradores bairros.

O benefício existente há mais de 10 anos era concedido aos líderes comunitários eleitos pela sua comunidade, mas foi suspenso pela prefeitura em outubro de 2014.

“O presidente de bairro não recebe salário da associação.

Ele presta trabalho voluntário para a sua comunidade.

Todos os presidentes eleitos na sua comunidade sempre tiveram o direito de receber R$ 96 em forma de crédito no cartão-transporte para fazer uso de 30 passagens de ônibus por mês.

O benefício era uma forma de ajudar o presidente de bairro na sua locomoção, visando buscar melhoria para o seu bairro junto às secretarias e outros órgãos do município”, explicou Dilemário.

Ao pedir o empenho dos vereadores pela causa, o trabalhista abriu espaço na tribuna livre da Câmara para o presidente da Associação dos Moradores do bairro Jardim Brasil, Edson da Silva Pires, externar a preocupação da categoria.

“Esse benefício nos faz muita falta, visto que não recebemos ajuda financeira da associação.

Portanto, ele é muito importante para nossa locomoção”, disse o líder comunitário.

Solidário com a situação dos presidentes de bairros, Dilemário Alencar pediu apoio dos parlamentares para sensibilizar o prefeito Mauro Mendes (PSB) a voltar a repassar o benefício do vale-transporte, que ajuda os líderes dos bairros a desempenhar o exercício da função.

“Essa é uma cobrança justa e necessária.

O presidente de bairro é uma figura importante que contribui com o desenvolvimento da nossa cidade.

Eles devem continuar a ter o direito receber condições para seu ir e vir.

Faço um apelo ao prefeito para que atenda essa reivindicação dos líderes comunitários o mais urgente possível”, defendeu Dilemário.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da assessoria do vereador Dilemário Alencar (PTB-MT)Foto: Luiz Alves/Secom CâmaraCbá