Dirceu Franciscon protocola projeto que dá apoio a pessoas com fibromialgia

Agência Trabalhista de Notícias 8/08/2019, 8:26


Imagem Crédito: Guerreiro/Agência ALRS

O deputado Dirceu Franciscon (PTB) protocolou, na terça-feira (6), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, projeto de lei para instituir a “Política Estadual de Proteção dos Direitos da Pessoa com Fibromialgia”, doença crônica que causa dores e transtornos nos pacientes.

A lei cria diretrizes para informar a população sobre o que é a doença, para incentivar a formação e a capacitação de profissionais especializados no atendimento à pessoa com fibromialgia e a educação de seus familiares, o estímulo à inserção da pessoa acometida pela doença no mercado de trabalho, e o estímulo à pesquisa científica para dimensionar a magnitude e as características da doença no Rio Grande do Sul.

O projeto de Franciscon também diz que a pessoa com fibromialgia é considerada pessoa com deficiência, devendo ser incluída e possuindo os mesmos direitos estabelecidos em outras leis estaduais que tratam do assunto.

Atualmente não existe um exame que dê o diagnóstico imediato da doença, sendo preciso eliminar a possibilidade de outras doenças que possuem sintomas semelhantes e que podem simular a fibromialgia.

Franciscon defende a agilidade no diagnóstico e ressalta a importância de começar cedo o tratamento. “O tratamento é parte fundamental para evitar a progressão da doença que, embora não seja fatal, implica severas restrições aos pacientes, sendo pacífico que eles possuem queda significativa na qualidade de vida, impactando negativamente nos aspectos social, profissional e afetivo de sua vida”, justifica o petebista.

Com informações da Agência de Notícias ALRS