Direção do PTB-SP leva denúncia sobre prisão de Roberto Jefferson à corte internacional

PTB Notícias 22/08/2021, 0:19


Imagem

O presidente e o vice-presidente do PTB-SP, respectivamente Otávio Fakhoury e Flávio Beall, protocolaram, na última quarta-feira (18/08), na Corte Interamericana dos Direitos Humanos, com sede na Costa Rica, denúncia em face das arbitrariedades cometidas pelo Supremo Federal do Brasil – STF que, entre outras decisões arbitrárias, decretou preventivamente que o presidente nacional do partido, Roberto Jefferson, fosse preso.

Segundo a defesa do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, Dr. Luiz Gustavo Pereira da Silva, a prisão é ilegal e arbitrária. Otávio Fakhoury explica a sua vinda, na qualidade de presidente estadual do PTB, a Costa Rica, em ato de entrega simbólica representando os 27 diretórios estaduais e o diretório nacional do partido. “De início, cumpre consignar ser uma decisão monocrática, que não poderia ser tomada por um único juiz; era preciso ser submetida a todos os ministros da corte. O erro já começa aí. Depois, emitir opinião não é crime. Estão tentando calar a boca de quem tem pareceres contrários. Isso é censura; é cercear a liberdade. Não permitiremos isso. Estamos aqui hoje não só pelo Roberto Jefferson mas também por todos os brasileiros que são contra a censura prévia”, explica Fakhoury.

Para Flávio Beall, os princípios da Constituição Federal não estão sendo respeitados por quem deveria ser a sua guardiã. “É importante que as leis e a Constituição Federal sejam respeitadas, motivo pelo qual apresentamos a denúncia em nome do PTB”, finaliza.