Divaldo Lara afirma que não adotará medidas restritivas em Bagé

PTB Notícias 2/06/2021, 10:04


Imagem

A prefeitura de Bagé (RS) se manifestou, na segunda-feira (31), sobre a situação da cidade em relação ao coronavírus. A região na qual está enquadrada a cidade recebeu dois avisos do governo do Estado, acerca da situação de evolução nos casos.

Em pronunciamento, o prefeito Divaldo Lara (PTB) afirmou que não fará o fechamento do comércio, mesmo se a cidade apresentar um quadro de piora. “Não há porque comprometer o sustento das pessoas para melhorar indicadores”, defendeu o prefeito.

Ele afirmou que Bagé vem atuando no combate às aglomerações e deve intensificar as fiscalizações para evitar o desrespeito aos protocolos de segurança. “Pequenos grupos que insistem em festas e atividades clandestinas não podem colocar em risco a saúde da população e a economia da cidade”, disse em seu pronunciamento. Em março, o prefeito foi investigado pelo Ministério Público por conta da ordem de vacinação determinada na cidade.

Sobre a chegada de uma possível terceira onda de Covid-19 ao Estado, o prefeito de Bagé afirma que a cidade a enfrentará da mesma maneira que as outras ondas foram enfrentadas, com foco na testagem, fiscalização, disponibilização de atendimentos médicos e respeito aos protocolos sanitários. Bagé não seguirá os planos de ação divulgados por outros municípios gaúchos, que preveem lockdown para este início de junho, segundo o prefeito.

“A sociedade consciente precisa ter seu direito de ganhar seu sustento. Quem tiver condições, deve ficar em casa. Mas quem precisa trabalhar, não pode ficar condicionado a um decreto. Com as boas práticas que servem de exemplo para tantas outras cidades, sem comprometer as nossas atividades comerciais, Bagé não vai fechar”, encerra Divaldo.

Com informações do Jornal das Cidades