Divaldo Lara critica despesa de R$ 45 milhões para recolhimento de lixo em Bagé

PTB Notícias 2/08/2016, 7:51


Imagem Crédito: Divulgação

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1470168867401{margin-bottom: 0px !important;}”]Acompanhado do corpo jurídico da Câmara Municipal de Bagé (RS), o vereador Divaldo Lara (PTB) assistiu ao processo licitatório da prefeitura que prevê a contratação da próxima empresa que ficará responsável pelo recolhimento de lixo do município.

O aumento de quase 100% no valor chamou atenção e causou estranhamento no presidente da Câmara de Bagé, pois acarretará em uma despesa mensal de R$ 700 mil, chegando a R$ 45 milhões nos próximos cinco anos, tempo de vigência do contrato.

Divaldo Lara classifica o valor de contrato como surpreendente em um momento em que a saúde do município passa por severas dificuldades e com o possível fechamento de um hospital.

“Para a saúde dos bageenses, a prefeitura argumenta que não há recursos e fala em destinar apenas R$ 50 mil para o Hospital Universitário, enquanto que, para o recolhimento do lixo, uma proposta com valor infinitamente superior, de R$ 700 mil mensais”, analisa.

“Em final de governo, uma licitação de R$ 45 milhões – em cinco anos – para coleta de lixo é, no mínimo, estranho. Estamos solicitando cópia de toda a documentação referente a este processo”, complementa.

Com informações da assessoria do vereador Divaldo Lara (PTB-RS)[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]