Divaldo Lara: dívida de Bagé (RS) é problema sério e deve ser debatido

PTB Notícias 15/04/2014, 6:45


O líder da bancada do PTB na Câmara Municipal de Bagé (RS), vereador Divaldo Lara, voltou à tribuna do legislativo, na segunda-feira (14/4/2014), para alertar sobre a dívida previdenciária e a dívida consolidada líquida da prefeitura.

Mais uma vez, Divaldo chamou a atenção para os descaminhos da atual gestão, afirmando que se nada for feito de positivo, o município será ingovernável em pouco tempo.

Na semana passa, ele se referiu aos R$ 17 milhões de multa pelas perdas no Funpas, agora o tema é previdência e obrigações financeiras assumidas.

O valor bruto da dívida previdenciária chega ao total de R$ 211 milhões e 203 mil.

É o que a prefeitura deve à Previdência, enquanto a Dívida Consolidada Líquida (DCL), em relatório disponível, emitido pelo Tribunal de Contas do Estado, no exercício de 2014, soma R$ 34 milhões, 246 mil e 36.

A DCL é o montante total das obrigações financeiras, assumidas em virtude de leis, contratos, convênios e de operações de crédito do Executivo.

“Este é um problema grave que precisa ser dividido com a população de Bagé, com os empresários, com os servidores públicos municipais.

A situação fiscal do município é muito séria por culpa de uma má administração recorrente”, declarou Divaldo Lara, que lembrou ser a prefeitura a maior empresa da cidade, aquela que mais emprega: “É uma empresa que não produz, que vive de quem produz e precisa debater seus problemas com todos”.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria do vereador Divaldo Lara (PTB-RS)Foto: Divulgação