Divaldo Lara encaminha receita de inscrições de concurso para Santa Casa

PTB Notícias 25/09/2015, 6:43


O presidente da Câmara Municipal de Bagé (RS), vereador Divaldo Lara (PTB), recebeu na quarta-feira (23/9/2015) a visita da provedora da Santa Casa de Caridade de Bagé, Cledinara Salazar, da procuradora jurídica da instituição, Márcia Mansur Melo, e do diretor de Projetos e Contas Hospitalares da Santa Casa, Márcio Costa Mello.

O objetivo da reunião foi tratar sobre o repasse dos valores obtidos por meio da inscrição dos candidatos ao concurso público da Câmara para o hospital.

Representando a prefeitura, o coordenador-geral de Governo, José Wilson Torales, participou do encontro.

O total arrecadado com as inscrições ultrapassa R$ 36,7 mil, depositado em conta bancária específica.

Divaldo sugere ao Executivo que o valor seja destinado à Santa Casa devido às dificuldades financeiras enfrentadas pela instituição.

O valor será utilizado para aquisição de dois novos equipamentos.

Um deles será um aparelho de eletrocardiograma móvel.

Outro, de monitoramento fetal, para atendimento às gestantes de alto risco.

O restante será encaminhado para quitar débitos com o fornecedor de oxigênio para o hospital.

“Essa sensibilidade em nos auxiliar vem ao encontro de nossas necessidades.

Estamos felizes e agradecidos por essa atitude”, destaca Cledinara.

Torales destaca que o papel do Executivo é realizar a elaboração técnica de como o recurso deve ser repassado à Provedoria da Santa Casa, junto à Secretaria Municipal da Fazenda e à Procuradoria Jurídica do município.

“O entendimento inicial entre a prefeitura e o presidente da Câmara já foi feito para podermos viabilizar essa situação.

“Divaldo ressalta que as inscrições para o concurso tiveram valores populares (R$ 30 para ensino médio e técnico, além de R$ 60 para o nível superior), resultando em mais de 1.

200 candidatos.

Para o vereador do PTB, destinar o montante arrecadado à Santa Casa é reconhecer o valor da instituição para o município, tendo em vista o número de atendimentos realizados via Sistema Único de Saúde (SUS) e as dificuldades financeiras enfrentadas pelo hospital.

“Esse valor irá servir para colocar a fatura do oxigênio em dia, além de comprar equipamentos que vão melhorar o atendimento pelo SUS aos moradores de nossa cidade.

Acredito que todos que se inscreveram para o concurso estão comemorando isso”, pondera Divaldo Lara.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria do vereador Divaldo Lara (PTB-RS)Foto: Divulgação/Assessoria