Divaldo Lara inicia gestão em Bagé e promete trabalho articulado com setores da sociedade

PTB Notícias 3/01/2017, 16:00


Imagem

Às 11h10min do último domingo (1º/01) foi empossado o novo prefeito da cidade gaúcha de Bagé, Divaldo Lara (PTB), em sessão do Legislativo municipal que ocorreu no complexo cultural do Museu Dom Diogo de Souza. No entanto, o primeiro dia da nova administração municipal começou bem mais cedo, isso porque um mutirão de 25 trabalhadores, sob o comando do secretário de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano, Ronaldo Hoesel, fizeram uma limpeza na avenida Sete de Setembro. O prefeito também recebeu pela manhã representações religiosas para uma benção na sede do Executivo.

Em discurso emocionado, que homenageou seus pais, a esposa, irmãos e os filhos, bem como os 45 948 votos que fez no pleito de outubro, o petebista Divaldo Lara reforçou que a prefeitura estará de portas abertas para a população. Ele também comentou que, no atual momento, há, na cidade, muitos problemas e dificuldades que deverão ser superadas com raça e trabalho. Para superá-las, aposta em uma administração articulada com toda a sociedade, formando uma espécie de comitê gestor que reunirá representantes de bairros e empresários, entre outros, para a resolução dos problemas atuais do município.

Sobre algumas das primeiras ações, o prefeito ponderou que a situação no município é grave; portanto, medidas de redução de gastos serão tomadas. Inclusive a referente ao seu salário já foi realizada, informou, mais tarde, em ato já na prefeitura. Ele não detalhou o percentual, mas garantiu que a atitude servirá como exemplo. “Precisamos equilibrar as contas, pagar as dívidas que foram deixadas. Ações como a redução de secretarias já garantiu uma economia de cerca de R$ 1 milhão”, disse Divaldo, que complementou citando que irá buscar referenciais de gestão que deram certo para obter a resolução de problemas da cidade.

Aproveitou, também, para destacar a meta de retomada e conclusão da obra da barragem da Arvorezinha; pavimentação e saneamento; recuperação das vias do interior do município, bem como colocar o aeroporto novamente em condições de receber voos regulares. “Não será um governo de notícias, mas sim um governo de obras, de atitude e de ação”, garantiu Divaldo Lara.
Ontem, a assessoria de comunicação da Prefeitura de Bagé informou sobre a redução dos salários do prefeito, vice e secretários. Divaldo receberá um valor de R$ 14 189,76 – o anterior era de R$ 15 708,06. Manoel Machado terá um salário de R$ 7 094,87; antes, era de R$ 7 854,03. Já os secretários, que recebiam R$ 6 922,40, passarão para R$ 5 886,53.

fonte: jornal Folha do Sul