Dr. Furlan promove audiência pública sobre energia solar no Amapá

Agência Trabalhista de Notícias 19/03/2018, 8:39


Imagem Crédito: Jaciguara Cruz/Alap

A Assembleia Legislativa do Amapá promoveu, na sexta-feira (16), a audiência pública “Energia Solar no Amapá – Uma questão econômica, social e ambiental”. O evento, de iniciativa e organizada pelo deputado Dr. Furlan (PTB), ocorreu no plenário provisório da Casa, no Centro de Convenções João Batista de Azevedo Picanço.

Para Dr. Furlan, a audiência foi importante para a sociedade, pois essa é uma das temáticas que mais preocupa a população por conta das altas tarifas de energia elétricas que são pagas por ela. “Essa audiência vem para buscarmos alternativas para resolver esse problema. E o fato de o Amapá estar localizado na linha do Equador, onde há alto índice de luminosidade, vemos que ele tem total condições de ser um potencial produtor de energia solar”, declarou.

Para o diretor-técnico da Agência de Fomento do Amapá (Afap), Guarabichaba Ferreira, a audiência foi muito importante por conta da relevância do tema para o povo do Amapá. “O Estado tem sofrido muito com a questão da falta de energia elétrica, principalmente nas localidades mais distantes e também porque o custo da nossa energia passou a ser muito alto. Então essa audiência trouxe essa temática e conseguiu reunir todos os setores da sociedade para participar e dar a sua opinião, além de fortalecer a discussão da implantação desses sistemas aqui no Amapá”, afirmou.

A audiência teve resultado muito positivo. “Agora garantiremos as políticas públicas e as suas implementações para o mais breve possível, para que a população tenha acesso a essa tecnologia de energia solar fotovoltaica. Diante disso, a gente fica muito feliz, pois representantes de diversos segmentos estiveram presentes aqui tratando desse assunto. E agora temos certeza que não é do futuro do Amapá que estamos tratando, mas sim do presente”, concluiu Dr. Furlan.

Na ocasião, estiveram presentes diversas autoridades, como o promotor de Justiça do Meio Ambiente, Weber Penafort, os prefeitos de Santana e Mazagão, Ofirney Sadala e Dudão, além de técnicos de instituições, como o Banco da Amazônia (Basa), Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amapá (Creap), Embrapa, Eletronorte, Associação Comercial e Industrial do Amapá (Acia), dentre outros.

Com informações da Assembleia Legislativa do Amapá