Duciomar Costa anuncia aprovação da obra do Pórtico Metrópole em Belém

PTB Notícias 27/02/2008, 17:44


Além de garantir segurança aos pedestres,as obras do Pórtico vão fomentar o turismoO prefeito de Belém, o petebista Duciomar Costa, anunciou nesta quarta-feira, 27/2, a aprovação do projeto do Pórtico Metrópole junto à Diretoria Executiva do Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transporte (DNIT) em Brasília.

Depois de mais de um ano aguardando entrar na pauta de votação da instância maior do órgão, o deputado federal Lúcio Valle confirmou a apreciação e acompanhou a votação do projeto, que obteve parecer favorável à construção da obra que vai ser um marco para a cidade.

Para o prefeito, a notícia deve ser comemorada pela população, porque a construção do Pórtico Metrópole representa o esforço do poder público em aumentar a segurança para pedestres com a edificação da super passarela, além de urbanizar a área, favorecer a fluidez do trânsito na área do Entroncamento e definir o marco divisório entre a capital e a cidade de Ananindeua.

“Segundo dados da Prefeitura Municipal de Belém, o projeto vai garantir a segurança de cerca de 3 mil pessoas que atravessam, por hora, o trecho onde será construído o pórtico”, confirmou o prefeito de Belém.

O Pórtico vai escoar todo o fluxo de pedestres na área do Shopping Castanheira e entornoSegundo Duciomar Costa, os próximos passos são a assinatura do convênio e a apresentação do plano de trabalho para começar as obras agora no mês de março.

“Até o final do próximo mês estaremos iniciando a construção”, garantiu.

Os recursos garantidos pelo Ministério dos Transportes à Prefeitura para a construção do Pórtico Metrópole totalizam R$ 7,9 milhões.

O projeto prevê a construção de um marco na entrada da cidade para receber quem chega à Metrópole da Amazônia.

A obra vai oferecer uma identidade à capital e fomentar o turismo, melhorar o tráfego na BR-316 e garantir segurança aos pedestres.

O prefeito Duciomar Costa informa que o pórtico terá função de passarela e vai escoar todo o fluxo de pedestres, cada vez mais crescente, nas áreas do shopping Castanheira, grandes lojas do entorno e Igreja Universal do Reino de Deus.

Sem o sinal posicionado na frente do shopping, a previsão é de sensível melhoria na convergência do tráfego das avenidas Almirante Barroso, Pedro Álvares Cabral e Augusto Montenegro, mais rodovia BR-316.

Estima-se que cerca de 3 mil pessoas circulampelo trecho onde será construído o pórticoA passarela terá um conjunto de quatro elementos: dois blocos de acesso (um ao lado da loja Esplanada e outro ao lado do shopping Castanheira); a passarela propriamente dita e sua torre de sustentação.

No bloco da Esplanada, haverá escadas rolantes (subida e descida), uma plataforma de percurso vertical (PPV) destinada a portadores de necessidades especiais e uma escada convencional.

O bloco do Castanheira contará com as escadas rolantes e escadas convencionais, sendo que a plataforma de percurso vertical será substituída por dois elevadores convencionais.

Os blocos terão estrutura de concreto armado, paredes em alvenaria de tijolos cerâmicos, coberto com telha termoacústicas e integralmente revestido, tanto interna e quanto externamente, em material cerâmico de alta resistência.

A passarela propriamente dita será um conjunto integralmente metálico com as laterais abertas para assegurar a ventilação e a iluminação natural em seu interior.

A cobertura terá forma arqueada, sustentada por estruturas tubulares paralelas.

A tecnologia utilizada na passarela será a mesma utilizada na Alça Viária, com cabos ou estaios, dando forma a uma ponte estaiada.

O quarto elemento, que é a torre de sustentação, será em concreto com altura de 40 metros e ficará localizado no bloco Castanheira.

A obra atende às legislações federais que disciplinam construções que cruzam rodovias a uma altura mínima de 5,50m.

Para minimizar o grande fluxo de veículos que utilizam a avenida Almirante Barroso como principal corredor de trânsito da cidade, a Prefeitura de Belém também está atuando em outras alternativas viárias para a capital.

Hoje a PMB está executando as obras do Binário Pedro Álvares Cabral e Senador Lemos; o prolongamento da avenida João Paulo II até a passagem Mariano, no Entroncamento, e projetos inovadores como a nova avenida Metrópole (que vai da estrada da Ceasa até o Aterro Sanitário do Aurá) e a duplicação da avenida Perimetral.

fonte: site da Prefeitura de Belém (PA)