D’Urso filia-se ao PTB e pode ser pré-candidato à Prefeitura de São Paulo

PTB Notícias 6/08/2011, 18:47


Em um clima de campanha, com carro de som, bateria de escola de samba, faixas e camisetas de apoio, o presidente da seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP), Luiz Flávio Borges D’Urso, filiou-se neste sábado ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) com o objetivo de representar a legenda na disputa pela Prefeitura de São Paulo no ano que vem.

Tradicional aliado dos tucanos nas eleições majoritárias em São Paulo, o PTB segue na linha de outras legendas em lançar um novo nome para a disputa municipal paulista, com o propósito de renovar o cenário eleitoral de 2012.

O evento, realizado na sede da Assembléia Legislativa de São Paulo, contou com a presença da cúpula de direção do partido, como o Presidente Nacional, Roberto Jefferson, o presidente do Diretório de São Paulo, Campos Machado, do presidente da FIGV, Benito Gama, do senador Gim Argello, do primeiro-secretário da Executiva Nacional, Norberto Martins, deputados federais e estaduais, prefeitos, líderes comunitários, do ex-governador José Maria Marin, dos vereadores da Capital, Adilson Amadeu, Celso Jatene e Paulo Frange, assim como de todos as cidades do Estado, além de milhares de militantes do partido.

Segundo Campos Machado, o lançamento da pré-candidatura faz parte de uma estratégia para lançar candidaturas próprias nas próximas eleições.

“Nós queremos deixar de ser vagão.

A meta é eleger pelo menos cem prefeitos nas próximas eleições.

“O presidente da executiva nacional do PTB, Roberto Jefferson, diz que o desejo do partido é lançar candidatos próprios em todas as capitais.

“O PTB vive um grande momento na cidade de São Paulo com o lançamento de um candidatura efetiva, válida, que é a do D’Urso.

A candidatura dele vai ter repercussão, inclusive, em cidades vizinhas.

Ele só não será candidato se desistir no caminho”, afirmou.

O deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), que está em sua sétima legislatura na capital federal, ao defender a filiação de D’Urso, afirmou: “Brasília só tem ladrão, safado e corrupto.

Aqui temos um nome limpo como o do D’Urso”.

CandidaturaO presidente da seccional paulista da OAB passa a integrar neste sábado as fileiras do Partido Trabalhistra Brasileiro (PTB).

Após três mandatos à frente da OAB paulista, ele desistiu de se lançar candidato ao Conselho Federal da OAB e diz estar pronto para enfrentar as eleições municipais.

“Entre disputar a presidência do Conselho Federal e desenvolver um trabalho pela cidade de São Paulo, resolvi investir nessa opção.

Formaremos um grupo que pode trazer uma visão de cidadania para o serviço público”, diz.

Ex-integrante do DEM, D’Urso diz que chegou a ser convidado pelo prefeito Gilberto Kassab para integrar o PSD, partido idealizado pelo atual prefeito.

“Houve uma conversa, um convite, mas não avançou.

O prefeito (Kassab) está se empenhando, mas há muito a fazer na cidade.

Queremos trazer ideias novas para a ética pública.

A população sente hoje uma certa repugnância dos partidos políticos, que precisa mudar.

É preciso que haja confiança para que o trabalho possa trazer resultados que realmente cheguem à população”, disse.

Já trabalhando no campo das promessas, D’Urso diz que pretende realizar projetos “inovadores” nas áreas de coleta de lixo, de transporte público e da saúde.

Porém, diz que esses assuntos serão debatidos intensamente para que possa revelar quais são seus planos.

“Vamos construir grupos de trabalho para que realmente possamos apresentar à sociedade algo diferente.

Queremos mostrar que é possível inovar no setor da administração pública.

Experiências de cidadania utilizadas dentro da OAB podem ser incorporadas”, diz.

D’Urso disse que decidiu acatar o pedido do presidente estadual do PTB, deputado Campos Machado, para integrar as fileiras petebistas porque considera a disputa municipal de 2012 um desafio muito importante, na qual ele poderá continuar exercendo seu trabalho voltado à cidadania.

Com isso, abriu mão de disputar a presidência do Conselho Federal da OAB e passa a se dedicar também à política.

Dentre as plataformas que pretende pautar sua campanha no ano que vem, estão: educação, saúde, segurança e transporte público.

Agência Trabalhista de Notícias (ELM), com agências Estado, Folha, Terra e IG