Dziedricki questiona cortes no Pronatec e em demais programas do governo

PTB Notícias 30/06/2015, 18:08


No dia em que se vota a redução da maioridade penal, na Câmara dos Deputados, o líder partidário do PTB na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, deputado Maurício Dziedricki, levou a plenário a discussão sobre os cortes que a educação tem sofrido pelo governo federal.

Dziedricki lamentou, nesta terça-feira (30/6/2015), a diminuição de recursos para programas do setor e manifestou a preocupação sobre os rumos a serem seguidos.

“Um país que não investe em educação não pode discutir, com legitimidade, a maioridade penal, pois cada escola que deixamos de construir é um presídio a mais”, disse.

Segundo o deputado, a educação sofreu um corte de R$ 9,5 bilhões no Orçamento da União, incluindo a restrição em 66% nas vagas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

No Rio Grande do Sul, o “golpe” ainda foi maior: 94% a menos no número de vagas oferecidas, passando de 4.

027, no ano passado, para apenas 250, em 2015.

“O Pronatec existe desde 2011 e o PTB gaúcho teve orgulho em participar da Secretaria do Trabalho no governo [estadual] anterior [de Tarso Genro], contribuindo para o fortalecimento de uma iniciativa que tem grande importância nesta época de crise, quando há a retração da oferta de emprego e da colocação do jovem no mercado de trabalho”, destacou.

Em seu discurso, Dziedricki também falou sobre o reajuste nos juros do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), anunciado nesta semana, encarecendo o custo das mensalidades e levando ao cancelamento de matrículas.

“Em 2010, graças a articulação do [então] senador petebista Sérgio Zambiasi, a taxa da financiamento passou de 6,5% para 3,4%, um avanço para que os estudantes pudessem ter acesso à universidade privada, e o que vemos é a volta dos índices ao patamar anterior”, alertou.

“Queremos respostas do governo federal e evitar demissões de professores, falta de assistência e futuras paralisações, pois a educação é a voz da transformação social e a certeza de um novo tempo em nosso país”, afirmou Maurício Dziedricki.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da assessoria do deputado Maurício Dziedricki (PTB-RS)Foto: Stephanie Gomes/Agência ALRS