Dziedricki quer academias classificadas como estabelecimentos de saúde

PTB Notícias 18/11/2020, 8:58


Imagem

O vice-líder do governo na Câmara dos Deputados Maurício Dziedricki (PTB-RS) defende que as academias de ginástica, de pilates e de musculação, entre outras, passem a ser classificadas como “estabelecimentos de saúde”. Por isso, enviou ao Ministério da Saúde a Indicação 1000/20, na qual solicita que esses locais sejam incluídos no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES).

“Durante as medidas de isolamento social para conter a pandemia da Covid-19, os lugares destinados à prática de atividade física permaneceram fechados por tempo excessivamente longo, comprometendo o condicionamento e, em muitos casos, as condições de saúde dos seus frequentadores”, avalia Dziedricki.

Segundo ele, essa situação poderia ter sido diferente se as academias já tivessem sido classificadas, pelo governo federal, como estabelecimentos de saúde.

Atividade física

O deputado ainda destaca que a Lei 8.080, de 19 de setembro de 1990, dispõe textualmente que a atividade física é um dos determinantes e condicionantes dos níveis de saúde da população.

Também afirma que os profissionais da Educação Física já são reconhecidos como profissionais da saúde, estando inseridos na Classificação Brasileira de Ocupações sob o código 2241 e seus derivados. Ele ressalta os códigos 2241-05 (avaliador físico), 2241-10 (ludomotricista), 2241-20 (preparador físico) e 2241-40 (profissional de educação física na saúde).

“Aliás, desde pelo menos 2008, existem profissionais de educação física trabalhando no Núcleo de Apoio à Saúde da Família. Evidentemente, a adequada prática de atividades físicas depende não somente dos profissionais de educação física, ma s da existência de locais adequados, como as academias de pilates, de ioga, de ginástica, de natação e das demais modalidades”, pontua.

Com informações da assessoria da Liderança do PTB na Câmara dos Deputados