É preciso combater a burocracia para fomentar o crescimento econômico, diz Armando Monteiro

PTB Notícias 16/06/2016, 19:29


Imagem Crédito: Jefferson Rudy/Agência Senado

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1466547817855{margin-bottom: 0px !important;}”]O senador Armando Monteiro (PTB-PE) cobrou nesta quarta-feira (15) um debate mais profundo do Legislativo sobre a baixa produtividade na economia brasileira, situação que, para ele, exige reformas coerentes com a necessidade de crescimento. O petebista lamentou que a produtividade no Brasil seja a metade da verificada na Europa e no leste da Ásia.

O senador também observou que, segundo previsões, o chamado “bônus demográfico” deverá entrar em declínio a partir de 2020, aumentando a dificuldade de competição com outros países.

Segundo Armando Monteiro, a agenda de reformas deve incluir a eliminação de entraves burocráticos ao processo produtivo, o fim da guerra fiscal entre os estados e a criação de mecanismos que estimulem a poupança privada.

O parlamentar destacou a importância do programa Brasil Mais Produtivo, que lançou em abril, quando era ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Armando Monteiro calcula que, no primeiro ano de vigência do programa, três mil pequenas indústrias serão contempladas com a assistência de consultores. O senador espera que as empresas participantes recebam prioridade no financiamento pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“Dessa forma, ao ter acesso a recursos para renovação do parque fabril e para as atividades de inovação e de exportação, esses empreendedores terão condições de dar um salto adicional além do adquirido na organização da produção”, declarou.

Com informações da Agência Senado[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]