“É preciso que o governo entre com a sua parte” diz Armando Monteiro

PTB Notícias 8/05/2011, 12:13


Presente à reunião realizada nesta semana entre a bancada de Pernambuco e o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, o senador Armando Monteiro (PTB) diz estar confiante de que o Governo Federal incluirá no PAC 2 a construção do sistema de barragens em Pernambuco, para evitar os danos causados pelas chuvas.

Na entrevista abaixo, o senador destaca a união de toda a bancada em torno da iniciativa e destaca que o governo Eduardo Campos tem atuado na implementação de projetos de combate aos efeitos das chuvas.

O senador petebista também reforça o compromisso assumido em campanha de que destinará 30% das emendas orçamentárias individuais para que o Recife e os municípios da Região Metropolitana apliquem em obras de prevenção, como dragagem de canais e construção de muros de arrimo.

Leia entrevista abaixo:Reunião com o ministro Gilberto CarvalhoArmando Monteiro: “Estivemos juntos com toda a bancada de Pernambuco e, deve-se registrar, com a participação de todos os parlamentares, de todos os partidos, da oposição, do governo, ou seja, uma mobilização de toda a bancada.

Estivemos ontem às cinco horas da tarde com o ministro Gilberto Carvalho, entregando a ele um documento da bancada que solicitava basicamente a inclusão no PAC 2 das obras do sistema de barragens, que é o que poderá assegurar, sobretudo nas áreas mais críticas da Mata Sul, um sistema de prevenção que evite a reprodução a cada ano dos danos que têm sido constatados nas enchentes.

O ministro Gilberto Carvalho ficou de ontem mesmo levar este documento da bancada ao Palácio da Alvorada, à presidente Dilma, que está convalescendo de um problema de saúde.

Este sistema é um complexo de cinco barragens, que envolve um investimento expressivo, de mais de R$ 650 milhões, mas é a única forma de garantir um sistema adequado de prevenção para o futuro.

Nós temos aí um complexo da barragem de Igarapeba, de Gatos, a barragem de Serra Azul, que é a maior delas.

E no caso de Serra Azul, é uma barragem do Rio Una que vai evitar, sobretudo naquela área mais crítica de Palmares, Água Preta e Barreiros, que esses municípios não sejam atingidos de forma tão drástica como tem ocorrido nos últimos anos.

É importante que se diga que a bancada está sintonizada com o Governo do Estado.

Os projetos executivos de algumas destas barragens já estão prontos.

Em algumas o governo já desapropriou inclusive as áreas destinadas à construção do sistema.

Portanto, nós temos que agora realmente contar com recursos do Governo Federal para agilizarmos o início destas obras”.

Os recursos virão?Armando Monteiro: “Acho que sim porque há uma compreensão do quadro.

Ainda ontem, o ministro Gilberto Carvalho lembrava que quando tivemos esta ocorrência no ano passado, ele acompanhou o presidente Lula na visita que foi feita a esta região atingida.

O governo sabe que realmente esta é uma área crítica e que exige esta atenção do Governo Federal.

Eu quero lembrar que estes recursos não precisarão ser liberados de uma única vez.

Eles terão de ser liberados ao longo do cronograma de execução destas obras.

Então eu acho perfeitamente possível.

Mesmo com as limitações que estão sendo observadas na execução do Orçamento Federal, com essas medidas de corte que foram anunciadas, nós sabemos que as obras do PAC estão poupadas em grande medida destes cortes.

O que nós queremos é incluir estas obras no PAC 2.

Eu sou otimista e tenho certeza de que com esta ação de mobilização da bancada de Pernambuco, com a força do governo do Estado, nós haveremos de garantir estes recursos que são fundamentais”.

Emendas destinadas à prevenção dos efeitos da chuvaArmando Monteiro: “O que eu prometi e vou honrar é destinar 30% do valor das nossas emendas anuais a obras relacionadas com contenção de encostas, muros de arrimo e outras ações de prevenção, sobretudo localizadas na cidade do Recife e na área metropolitana.

Este compromisso está de pé e nós estaremos já este ano destinando 30% das nossas emendas para este fim”.

Atuação para que os recursos cheguem a PernambucoArmando Monteiro: “Eu tenho certeza de que neste momento a população atingida deve ficar realmente apreensiva e alguns até descrentes de ações que resultem na solução definitiva do problema ou pelo menos na redução do risco de tragédias como estas que vem ocorrendo.

Eu posso dizer que neste momento Pernambuco está unido, a bancada está solidária e o governo do Estado tem feito tudo o que está ao seu alcance.

Os pernambucanos sabem por exemplo que lá em Palmares, em outras áreas, aquilo que dependia do governo do Estado foi feito.

O hospital novo de Palmares, nós já temos um grande número de casas que estão em execução em áreas isentas de risco, adequadas para que se possa mudar a população, ou parte dela.

Então este esforço do governo do Estado, a presença do governo, a assistência permanente que tem sido prestada, há de ser reconhecida e foi reconhecida pelos pernambucanos.

Agora é preciso que o Governo Federal entre com a sua parte.

E não há dúvida nenhuma que o Governo Federal tem de garantir os recursos para este sistema de barragens e eu tenho certeza que vamos obter isto com toda a bancada de Pernambuco unida neste objetivo”.

fonte: site do senador Armando Monteiro (PTB-PE)