Edmon Lucas recebe na Bahia parlamentares do Partido Verde alemão

PTB Notícias 16/07/2007, 15:36


Uma missão de parlamentares do Partido Verde alemão esteve no último fim de semana na Bahia, em visita para conhecer a produção de biodiesel no estado.

O grupo esteve nos municípios de Irecê, Lapão e Iraquara, onde existem unidades extratoras de óleo.

Para o secretário de Desenvolvimento e Integração Regional do governo baiano, o petebista Edmon Lucas, os alemães podem trazer para a Bahia financiamentos de novos projetos, qualificação e a abertura do comércio dos produtos de agricultura familiar.

“Essa é uma visita muito importante porque abre perspectivas para a Bahia”, afirmou o secretário, que pertence ao PTB baiano.

Edmon Lucas afirmou que a Alemanha é uma grande geradora de energia renovável e líder mundial na geração de energia eólica e fotobotânica, e que eles conseguiram reduzir em 50% os custos da geração da energia eólica.

Em seu encontro com a bancada de parlamentares alemães, as conversações giraram sobre a preocupação com a inclusão dos pequenos produtores no cultivo da matéria-prima do biodiesel.

De acordo com o governador baiano Jaques Wagner, a visita da missão alemã impulsionará o debate político internacional sobre o programa biodiesel e energia renovável, com destaque para os componentes de inclusão social e econômica e a sustentabilidade ecológica.

“A visita servirá também para a construção de parcerias internacionais para apoiar essa política e promover o desenvolvimento regional sustentável”, disse o governador.

A Bahia é o maior produtor nacional de mamona, um dos maiores produtores brasileiros de algodão, soja e dendê e possui um enorme potencial para girassol e pinhão-manso, plantas que são matérias-primas para o biodiesel.

O cultivo dessas oleaginosas é resultado principalmente da agricultura familiar.

Por ser um combustível de queima limpa, a utilização integral do biodiesel em motores diesel permite uma redução de até 78% nas emissões de dióxido de carbono, comparado ao óleo diesel mineral.

Até 2008, todo o diesel comercializado no país terá que ter o aditivo de 2% de biodiesel.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações do Governo da Bahia)