Edson propõe ação conjunta da polícia com disk denúncia da Casa de Leis

PTB Notícias 13/06/2016, 8:41


A reunião com o delegado Fabiano Nagata, da 1º DP (Delegacia de Polícia de Campo Grande/MS) com os parlamentares membros da CPI da Vacina, na sexta-feira (10/06/16), para conversarem sobre as investigações e quais serão as primeiras providências da CPI, foi bem sucedida.

O vereador Edson Shimabukuro (PTB), sugeriu ao delegado Fabiano Nagata, da 1º DP (Delegacia de Polícia de Campo Grande) que as investigações sejam conjuntas já que a Comissão da CPI criou dois canais para as denúncias.

Poderão ser feitas por um número de telefone e também por e-mail, ambos divulgados no site da Casa de Leis.

O delegado adiantou que na próxima terça-feira (14/06), começará as oitivas com funcionários da SESAU (Secretária Municipal de Saúde) para colher informações sobre o desaparecimento das vacinas e se houve favorecimento a funcionários da prefeitura que não se enquadravam no grupo de risco, pré estabelecido.

“Nós estamos empenhados para que em um curto prazo seja resolvido e apurado o que de fato aconteceu com as doses de vacinas que sumiram.

É necessário saber também se de fato existe algum tipo de vendas e se pessoas que não estavam no grupo de risco foram mesmo vacinadas” explicou o vereador Engenheiro Edson Shimabukuro (PTB).

A CPI das Vacinas é composta também pelos vereadores Alex do PT, Dr.

Livio (PSDB), Chiquinho Telles (PSD), Vanderlei Cabeludo (PMDB) e Edson Shimabukuro (PTB).

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Câmara Municipal de Campo Grande (MS) Foto: Divulgação/Assessoria