Eduardo Costa apresenta sugestões para evitar que Covid-19 afete empregos

Agência Trabalhista de Notícias 18/03/2020, 10:11


Imagem Crédito: Vinícius Loures/Câmara dos Deputados

Para evitar que a crise causada pelo novo coronavírus (Covid-19) aumente o desemprego e diminua a renda da população, o vice-líder do PTB na Câmara dos Deputados, Eduardo Costa (PA), apresentou ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Economia, Paulo Guedes, algumas sugestões a serem aplicadas durante a atual emergência de saúde pública.

Nos ofícios encaminhados a ambos na terça-feira (17), o parlamentar defende a redução da carga-horária dos trabalhadores; e a concessão de empréstimos pelos bancos públicos para resguardar empresas e pessoas físicas. O dinheiro para esses empréstimos viria do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e de outros recursos públicos.

O deputado também propõe que seja proibida a suspensão dos serviços essenciais à população, e que seja criado um mecanismo que assegure às prefeituras a distribuição de alimentos (cestas básicas) e medicamentos para atender as pessoas que se encontram em vulnerabilidade social, em todo o território nacional.

Teletrabalho

Eduardo Costa ainda aponta a necessidade de promoção de medidas compensatórias às empresas para incentivar os trabalhadores a desenvolver as suas atividades em home office (teletrabalho); e da desoneração da folha de pagamento por meio de redução das contribuições sociais.

O deputado sugere que, após o período de maior contaminação comunitária, o governo federal aumente os investimentos públicos em obras de infraestrutura e construção civil, para arrefecer a desaceleração da economia nacional.

Ministro da Saúde

O parlamentar elogia a atuação do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em relação às medidas de enfrentamento ao Covid-19.

“Ele tem tomado para si essa responsabilidade. Esse protagonismo poderia ser do presidente da República, mas quem tem tomado para si e tem realizado muitas ações no sentido de dar todo um protocolo, uma normativa para que essa epidemia não atinja com tanta intensidade o nosso País é o ministro”, declarou.

Com informações da assessoria da Liderança do PTB na Câmara dos Deputados