Eduardo Cunha reitera apoio à reeleição de Jair Bolsonaro e diz que o Brasil se aproxima de “ruptura institucional”

PTB Notícias 25/05/2022, 14:30


Imagem

Apoio integral à reeleição do presidente Jair Bolsonaro. Foi o que declarou o ex-deputado federal Eduardo Cunha, do PTB, durante entrevista ao programa Pânico, da Jovem Pan. O ex-presidente da Câmara dos Deputados frisou na entrevista que Bolsonaro representa o que ele enfrenta: o Partido dos Trabalhadores (PT).

“A questão não é gostar ou não dele. O Bolsonaro representa hoje aquilo que estou enfrentando, que é o PT”, falou o ex-deputado no Programa Pânico.

Durante a entrevista, o deputado Eduardo Cunha Ele afirmou que é contra o que o PT apoia, como aborto e reforma trabalhista. Eduardo Cunha avalia que o cargo de presidente pode ser definido no primeiro turno das eleições, “se o PSDB não tiver candidato”.

“O PSDB está com dois caminhos: ou uma candidatura pífia ou apoiar Simone Tebet, que é a mesma coisa de não ter candidatura porque ela não vai a lugar nenhum”, disse Cunha.

O ex-deputado também falou, na entrevista, sobre a postura do Poder Judiciário diante os outros poderes. Para ele, muitas decisões são tomadas de forma monocrática, o que deixa o Brasil próximo a uma ruptura institucional.
“Estamos perto duma ruptura institucional disfarçada. O Poder Judiciário está acima dos outros dois poderes hoje. Muitas vezes, em decisões monocráticas, há exemplos vastos de interferência”, disse.

Pré-candidato a deputado federal por São Paulo, Cunha também criticou o ex-ministro Sergio Moro e seu desempenho na política. “Eu fui vítima de uma armação política desse juiz Sergio Moro. Ele voltou à cena do crime dele e morreu na cena do crime. Ele foi morto pela política”.