Edvaldo Brito defende a igualdade de oportunidades para religiões afro

PTB Notícias 20/12/2011, 8:12


O vice-prefeito de Salvador (BA), Edvaldo Brito (PTB), foi convidado para abrir o ciclo de palestras destinado ao Povo de Santo com uma conferência seguida de debate no Terreiro de Oxumaré, na Federação, com o tema “A Política e o Candomblé ou o Candomblé e a Política”.

Durante duas horas, Brito falou sobre os direitos assegurados pela Constituição, conscientização política, imunidade tributária para templos religiosos e sua experiência como gestor.

Destacou conquistas dos adeptos das religiões de matriz africana e as lutas que ainda precisam ser travadas para oferecer a igualdade de oportunidades e o respeito às crenças de cada um.

“Não é justo que esse povo que ajudou a construir esse país com sua força física tenha sido libertado sem uma indenização e tenha de eternamente mendigar um lugar na sociedade e o respeito à sua religião.

É preciso igualdade de oportunidades para todos, independente de crença ou cor da pele”, declarou Brito.

No debate, ficou marcada a preocupação com as invasões dos terreiros, seja pela profanação ou pela ocupação urbana, e foi pedida a criação de um Conselho de Juristas para defender o Povo de Santo nas questões religiosas.

Perguntado sobre qual o maior equívoco político dos afrodescendentes, Brito respondeu que sempre foi a falta de união, o que torna os negros fracos.

O ciclo de palestras percorrerá diversos terreiros de Salvador, e um novo encontro já está agendado para acontecer no próximo mês com outro convidado, sempre sob a coordenação do historiador Jaime Sodré.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal Tribuna da Bahia