Edvaldo Brito participa de Fórum para discutir Carnaval Social de Salvador

PTB Notícias 8/12/2011, 7:03


O vice-prefeito de Salvador (BA), Edvaldo Brito (PTB), foi convidado para participar de um fórum organizado pela sociedade civil que vai discutir a violação dos direitos humanos durante o carnaval.

O convite foi feito ontem (07.

12) por uma comissão da Federação Brasileira dos Direitos Humanos, à frente o presidente Elizeu Fagundes, que justificou a escolha do jurista pelo fato de ele ter sido coordenador do carnaval durante dois anos e hoje as entidades sentem falta de uma autoridade organizadora da festa.

Trabalho infantil, exploração sexual de crianças e adolescentes, violência contra o cidadão e condições de trabalho degradantes estão entre os principais temas que vão ser discutidos em data a ser definida.

Fagundes pretende instalar um posto num dos circuitos para que 200 agentes defensores fiscalizem e orientem durante a festa.

“Queremos um carnaval mais humanitário, mais tranqüilo, e que venha a beneficiar não somente as empresas, mas também os trabalhadores e os foliões”, declarou.

A Defensoria Pública também vai participar do fórum.

O vice-prefeito recebeu ontem em audiência a Defensora Pública Geral da Bahia Maria Célia Padilha, juntamente com os coordenadores Teresa Cristina Ferreira e Ricardo Calil.

Eles querem postos do órgão durante o carnaval no Campo Grande, Avenida Sete de Setembro e Barra funcionando 24 horas.

A Defensoria está atenta também para os atrasos dos trios, a higienização dos banheiros químicos e as creches onde ficarão os filhos dos ambulantes, entre outros temas.

O Sindicato dos Cordeiros também garantiu participação.

Os cordeiros alegam que condições mínimas de trabalho não vêm sendo respeitadas pela grande maioria dos blocos, e até o momento ainda não houve qualquer reunião para definir o Termo de Ajustamento de Conduta para o carnaval de 2012.

Ficou estabelecido no gabinete do vice-prefeito que, a partir de agora, a Defensoria Pública estará à disposição dos cordeiros e participará das reuniões na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) para defender direitos que não estão colocados no TAC, como por exemplo, a garantia de Previdência Social.

“Fiquei honrado com o convite e vou participar do fórum lutando por tudo o que defendi nos dois anos que organizei a folia, batizada de Carnaval Social por conta do cuidado que dei à observação dos direitos e garantias do cidadão.

Todas essas preocupações são legítimas e não podemos esquecer que, cada vez mais, seremos vitrine, pois o mundo vai estar de olho no carnaval da Bahia por conta da realização de jogos da Copa do Mundo aqui, em 2014″, declarou o vice-prefeito Edvaldo Brito.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal Tribuna da Bahia