Edvaldo Brito pede atenção a anteprojeto que altera regimento da Câmara

PTB Notícias 22/11/2013, 6:44


Responsável pelo anteprojeto que altera o regimento interno da Câmara Municipal de Salvador (BA), o vereador Edvaldo Brito (PTB) pediu na quarta-feira (20/11/2013) um “tratamento rápido” ao texto, entregue pelo petebista ao presidente da Casa, Paulo Câmara (PSDB).

“Espero que seja dado esse tratamento rápido que o regimento merece, porque há várias alterações importantes”, declarou Brito.

O vereador, no entanto, reconheceu que a votação da proposta poderá ficar para o ano que vem, contra o seu desejo pessoal.

“Gostaria [de ver votado este ano].

Primeiro, porque foi uma incumbência que o presidente me deu.

Depois, porque me dediquei e estudei o regimento com profundidade.

Você faz um trabalho desses e quer ver pelo menos a discussão”, avaliou.

Ao receber o anteprojeto, o presidente da Câmara disse que distribuiria a matéria entre os vereadores e coletaria opiniões e sugestões dos pares em um prazo de 30 a 45 dias, de acordo com relato de Brito.

“Pelo prazo que o presidente deu, talvez não dê para ser este ano, já que a reforma do regimento tem um ritual”, analisou.

Entre as principais mudanças propostas estão a instituição do Código de Ética; a criação das sessões temáticas; a regulamentação do Colégio de Líderes, que passa a ser um órgão formal com responsabilidade na organização da ordem do dia; e a distinção entre sessão deliberativa ordinária e as demais, para acabar com a suspensão de atividades no plenário por falta de quórum.

Ao falar sobre a atuação do colegiado que analisou anteriormente o regimento, o petebista disse que recebeu um “trabalho cru”.

“Tinha várias contribuições e eu as aproveitei dentro do contexto contemporâneo.

Não deixei ninguém de fora; houve até contribuições de ex-vereadores, como é o caso de Téo Senna”, citou.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal Bahia Notícias