Eleições 2018: PTB elege dez deputados federais, dois senadores e 31 deputados estaduais

asfasdf asdfasdf 12/10/2018, 18:19


Imagem

[vc_row][vc_column][vc_column_text css=”.vc_custom_1543863343077{margin-bottom: 0px !important;}”]O Partido Trabalhista Brasileiro elegeu, nas eleições gerais de 2018, ocorrida no domingo (7), dez deputados federais, dois senadores e 31 deputados estaduais. No total, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o PTB obteve mais de 7,9 milhões de votos válidos para os cargos disputados nesse pleito.

“Parabéns a todos os petebistas que se dedicaram, que foram heroicos, vibrantes, que lutaram até o fim pelo partido nesta difícil disputa eleitoral. Muito obrigado a todos”, disse o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson. “Vamos manter essa energia e união e esse empenho para que possamos obter novos resultados no futuro e, principalmente, construir um novo Brasil, que ele seja digno, justo e próspero”, acrescentou o líder petebista.

Na próxima legislatura da Câmara dos Deputados, o PTB será representado por Nivaldo Albuquerque (AL), Pedro Bezerra (CE), Pedro Lucas Fernandes (MA), Emanuelzinho (MT), Paulo Bengtson e Eduardo Costa, ambos do Pará, Wilson Santiago (PB), Luísa Canziani (PR), Maurício Dziedricki e Marcelo Moraes, ambos do Rio Grande do Sul.

Os eleitos para o Senado Federal foram Nelsinho Trad (MS) e Lucas Barreto (AP). Na Casa Alta, o PTB terá, a partir de 2019, três senadores. Isso porque o senador Telmário Mota, que concorreu ao governo de Roraima, tem mandato até 2023. Já Armando Monteiro encerra seu mandato em 31 de janeiro do próximo ano. Ele concorreu ao governo de Pernambuco, mas não obteve sucesso.

Nas assembleias legislativas, o partido elegeu 31 candidatos em 19 estados. São eles: Marcus Cavalcante, no Acre; Antonio Albuquerque, em Alagoas; Dr. Furlan, no Amapá; Adilson Espindula, no Espírito Santo; Henrique Arantes, em Goiás; Mical Damasceno, no Maranhão; Neno Razuk, em Mato Grosso do Sul; Sargento Rodrigues, Arlen Santiago e Braulio Braz, em Minas Gerais; Delegado Toni Cunha e Angelo Ferrari, no Pará; Doda de Tião e Wilson Filho, na Paraíba; Tião Medeiros, no Paraná; Álvaro Porto e Romero Sales Filho, em Pernambuco; Janaínna Marques e Nerinho, no Piauí; Marcus Vinícius, no Rio de Janeiro; Luís Augusto Lara, Kelly Moraes, Aloísio Classmann, Dirceu do Busato e Elizandro Sabino, no Rio Grande do Sul; Ezequiel Neiva e Marcelo Cruz, em Rondônia; Jeferson Alves, em Roraima; Campos Machado e Roque Barbiere, em São Paulo; e Rodrigues Valadares, em Sergipe.

Já na disputa pelos governos estaduais, o PTB estará presente no segundo turno com o Delegado Ranolfo, candidato a vice-governador do Rio Grande na Sul na chapa encabeçada por Eduardo Leite (PSDB).[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]