Elmano Férrer aponta crise de Estado e revolta contra a classe política

Agência Trabalhista de Notícias 13/12/2016, 8:36


Imagem Crédito: Jefferson Rudy/Agência Senado

O senador Elmano Férrer (PTB-PI) chamou a atenção na segunda-feira (12) para a crise mundial do Estado moderno, avaliando que o modelo ocidental tem se mostrado obsoleto no século 21. Para ele, a configuração do Estado requer ampla reavaliação e a introdução de novas práticas de gestão pública.

O parlamentar lamentou que, no Brasil, a atividade do poder público se encontre imobilizada por uma estrutura que ele considera pesada e cheia de vícios. E alertou para a crescente revolta do povo contra a classe política.

“O que está ocorrendo é a perda de confiança nos sistemas de governo. Entre outras razões, pela inobservância de princípios éticos, pelo descaso do setor público com questões essenciais e bem-estar social, pelo desprezo ao princípio do mérito”, afirmou.

Elmano Férrer destacou a eficiência dos países do Extremo Oriente para lembrar que o Estado deve ter objetivos nacionais bem definidos. E cobrou uma revisão do pacto federativo que reduza as diferenças regionais.

Com informações da Agência Senado