Em almoço para comemorar seu aniversário, Armando prega unidade para 2010

PTB Notícias 27/02/2008, 9:34


Diante das especulações em torno de 2010, o presidente do Diretório Estadual do PTB em Pernambuco, Armando Monteiro Neto, que almeja disputar o Senado, apressou-se em ditar, publicamente, que seu “compromisso maior” é com o projeto liderado pelo governador Eduardo Campos (PSB).

“Quero dar um testemunho público.

Não estarei nessa aliança em função de projetos pessoais.

Só colocarei alguma postulação se entender que ela pode somar.

Senão, meu caro governador, eu estarei servindo, em qualquer campo, servindo esse projeto da mesma forma”, discursou Armando, que ganhou almoço-homenagem, na última segunda-feira (25/2), em um restaurante do Pina, em comemoração ao seu aniversário de 56 anos.

O evento foi uma demonstração de força política do trabalhista, que conseguiu reunir o governador, o prefeito João Paulo (PT), vereadores do Recife, os prefeituráveis João da Costa (PT), Luciano Siqueira (PCdoB) e Carlos Eduardo Cadoca (PSC), além de deputados estaduais e federais, 17 prefeitos e até ex-aliados históricos como José Mendonça (DEM), pai do prefeiturável Mendonça Filho (DEM).

A oportunidade foi bem aproveitada por Armando para desfilar seu poder eleitoral e reafirmar o compromisso com João Paulo – para eleição de João da Costa – e com Eduardo Campos numa possível campanha à reeleição deste em 2010.

O deputado petebista, que também é presidente da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), fez elogios rasgados ao governo de Eduardo, o qual chamou de “exemplar”, mas lembrou que já foi muito “crítico e áspero” com o atual governador.

Ontem, o chamou de “talentoso” e “maduro”.

RECADO Eduardo Campos retribuiu os elogios, recordando o apoio que recebeu de Armando no segundo turno da eleição de 2006 para o governo do Estado.

No primeiro turno, o trabalhista apoiou Humberto Costa (PT).

O governador também fez questão rechaçar as intrigas entre ele e Armando.

“Muitos tentaram e ainda tentam nos ver separados.

Mas esperem porque vão nos ver cada vez mais juntos, com a nossa capacidade crítica, mas também com a mesma fraternidade que nos uniu”.

O que mais chamou atenção, porém, foi o fato de Eduardo repetir a palavra “unidade” e citar Armando como exemplo de “construir com unidade”, num recado indireto ao PT.

Afirmou que o prestígio do deputado, demonstrado no evento, é “fruto da sua capacidade de somar”.

“Você sabe construir”, ressaltou o governador, dirigindo-se ao homenageado.

“Devemos ir com unidade rumo ao futuro.

Que as pessoas saibam se respeitar na diversidade”, encerrou Eduardo.

Em entrevista, o governador afirmou que sempre foi um “torcedor da unidade” e que seu discurso apenas reforçou essa postura.

Quando o assunto foi a sucessão municipal deste ano, ele se esquivou.

Questionado se defendia a candidatura única, Eduardo soltou um: “aí é outra história”.

João Paulo, que havia falado minutos antes do governador, evitou um discurso político e recorreu à filosofia do guru indiano Maharishi Mahesh Yogi, inventor da Meditação Transcendental, para falar da importância do aniversário.

Deixou para o final o compromisso de estar junto (nas eleiçïoes) “com o governo Lula, o governo Eduardo e a Prefeitura do Recife”.

fonte: Jornal do Commercio (PE)