Em entrevista, Benito comenta sobre articulações do PTB para eleições 2014

PTB Notícias 13/03/2013, 18:58


Leia abaixo entrevista concedida pelo Presidente Nacional do PTB, Benito Gama, ao repórter da Rádio PTB, Carlos Nascimento, nesta quarta-feira (13/3/2013):Carlos Nascimento – O PTB vai brigar por esse espaço na Esplanada? Onde é que se começa a decidir essa situação?Benito Gama – O PTB é um partido com 20 deputados, seis senadores, participa de um bloco com o PSC e o PR no Senado, então é um partido com significado político importante no presente, como foi no passado e seguramente será no futuro.

O processo agora não é de indicar nomes, mas fazer uma aliança política para trabalhar em 2014 e continuar nos próximos 20 anos pelo menos.

Então o partido está se organizando e se reestruturando em todos os estados, para podermos eleger uma boa bancada de deputados, senadores e deputados estaduais.

A partir daí vamos continuar trabalhando politicamente como estamos.

O partido em 2010 se dividiu entre os candidatos José Serra e a presidente Dilma Rousseff, o partido ficou com Serra e as bancadas com Dilma.

O nosso trabalho agora é de união, e em 2014 vamos articular para ter um apoio único, de um candidato, seguramente o partido não sairá dividido em 2014.

Nascimento – Os líderes Jovair Arantes e Gim Argello fazem parte da base do governo e tem ajudado a governabilidade, não?Benito – O PTB tem dado a sua contribuição ao Brasil e ao governo, e ao sistema político como um todo.

E para isso também precisa fazer uma aproximação política de todos os seus entes estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, e a aliança política deve favorecer a todos.

O PTB está no governo, tem colaborado com presidente Dilma e assim vai continuar.

Nascimento – Em relação ao presidente Roberto Jefferson, o povo quer saber sobre situação dele.

Benito – Roberto Jefferson é um grande brasileiro.

Sem dúvida alguma é um dos políticos mais respeitados do Brasil.

É um homem de coragem, culto, tem grande e incontestável capacidade de liderança, é o presidente licenciado, que tenho honra e orgulho de substituir, e está fazendo um tratamento de saúde, que está evoluindo muito bem, e dentro de pouco tempo seguramente estará entre nós trabalhando politicamente coordenando o PTB e os partido que transitam na órbita da política com nosso partido.

Nascimento – O projeto no momento é essa organização partidária para 2014? Benito – Nós queremos trazer pelo menos um deputado federal por estado, e há alguns estados que podem eleger dois, três, quatro deputados.

Essa é a expectativa nossa, que tenhamos cerca de 35 deputados eleitos, é nossa meta.

Ela é ambiciosa, mas altamente factível.

Nascimento – Há uma grande bandeira do PTB, o fim do Fator Previdenciário.

Você está acompanhando de perto esta questão?Benito – Acompanhando de perto e trabalhando para ele seja extinto.

Esse não é um problema de bancada, da Câmara ou do Senado, nem do presidente do partido, é uma questão que está no Estatuto do PTB.

Assim foi aprovado na Convenção Nacional, que o partido votaria contra a manutenção do Fator Previdenciário.

Assim tem sido e assim vai continuar sendo.

Essa é uma luta que o trabalhador e o aposentado precisa ver restabelecida.

(?page=RadioPage&cod=1035) Ouça aqui o áudio da entrevista.

Agência Trabalhista de Notícias (ELM)Foto: Felipe Menezes