Em entrevista, Tião Medeiros fala sobre saúde e novas formas de trabalho

Agência Trabalhista de Notícias 9/07/2020, 9:44


Imagem Crédito: Divulgação/Assessoria

Sessões remotas e principais demandas da Assembleia Legislativa do Paraná durante a pandemia do novo coronavírus foram alguns dos temas abordados pelo programa Política Total da TV Assembleia, em entrevista com o deputado Tião Medeiros (PTB-PR), presidente da Comissão de Obras Públicas Transportes e Comunicação e membro da Comissão de Constituição e Justiça, Medeiros, que também é advogado, divide seu tempo entre o escritório em Curitiba e o seu trabalho no interior do Estado.

Em seu segundo mandato, o deputado avaliou positivamente a inserção da Alep no mundo virtual: “Eu vejo com muito bons olhos esta evolução tecnológica. A Covid-19 só adiantou um processo que já iria acontecer. Os parlamentares podem fazer o papel deles, no que diz respeito à votação, de qualquer lugar pois os protocolos são feitos on-line e temos acesso a tudo o que precisamos para podermos votar”, pontuou Medeiros.

O parlamentar ressaltou também que sempre cobrou na CCJ que a Alep deveria disponibilizar um sistema on-line para que, além de todos os membros, a população também pudesse ter acesso ao que acontece na comissão.

Nascido em Paranavaí, região Noroeste do Paraná, Tião Medeiros diz que as principais demandas neste período foram as da área da saúde e que as outras ficaram em segundo plano. Sendo assim, não mediu esforços junto ao Ministério da Saúde, para levar a Santa Casa da cidade 10 respiradores para atender os casos de coronavírus.

“Estes respiradores possibilitaram dar uma tranquilizada na população da região do extremo Noroeste, que engloba atualmente 28 municípios da Amunpar (Associação de Municípios do Noroeste Paranaense)”, afirmou o deputado.

Com informações da assessoria do deputado Tião Medeiros (PTB-PR)