Em seu blog, Roberto Jefferson comenta morte da cantora Amy Winehouse

PTB Notícias 24/07/2011, 13:11


Leia abaixo comentários do Presidente Nacional do PTB, Roberto Jefferson, publicados em seu blog na internet (www.

blogdojefferson.

com) neste domingo (24/07/2011);O Waterllo da humanidade Amy Winehouse foi um talento da geração pop.

Sua morte, embora previsível, devido ao seu pesado envolvimento com drogas – heroína, cocaína, álcool -, abalou o mundo da música.

E nos faz refletir sobre o flagelo das drogas, que vem nos derrotando em sucessivas batalhas.

Amy foi sua última vítima, ao lado de milhares de tantas outras que tombam anonimamente mundo afora.

Até quando? Será que liberando as drogas vamos ajudar a minorar seus efeitos, já que falharam as políticas que tentaram combatê-las? Só há uma certeza: precisamos fazer algo, e rápido.

Corda arrebenta do lado mais fracoBaseado em estudo da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o “Estadão” afirma que o “Brasil é nº 1 em encargos trabalhistas”, com as indústrias chegando a comprometer 32,4% nos custos das contratações com mão de obra com o pagamento de contribuições patronais, principalmente à Previdência Social.

Na Europa, berço do Estado do bem-estar social (Welfare State), mostra o levantamento, o peso dos encargos é de 25%; em alguns países em desenvolvimento, com os quais o Brasil compete comercialmente, como Taiwan, o número é de 14,7%; na Argentina e Coreia do Sul, de 17%, enquanto no México, 27%.

A entidade patronal diz que a alta carga tributária faz o País perder em competitividade, o que é fato, mas em nenhum momento põe a culpa na indecente taxa de juros brasileira e seus perversos efeitos nem se compromete em terçar armas pela reforma tributária (ao menos a Fiesp se queixa da taxa de câmbio).

Quanto à intenção da União em trocar a desoneração da folha de salários das empresas por uma nova contribuição, como noticiado pelo “Valor Econômico” na última semana, nem um pio, conformando-se às entrelinhas.

Como o governo federal já demonstrou que não pretende abrir mão de arrecadação nem os empresários de lutar por mudanças no sistema, temo que a discussão, como sempre, atinja o lado mais fraco: os trabalhadores, retirando-lhes direitos.

Torço para que Barack Obama vença a queda-de-braço com os republicanos no debate da elevação do teto da dívida pública dos EUA, derrotando mesquinhas ambições.

Seria um bom sinal para frear o retorno do neoliberalismo global mais feroz, desumano até, que acabou na crise financeira global, bancada pelas arcas públicas.

Cunha tucanaDiz a “Folha de S.

Paulo” que o PSDB já começa a invadir a praia sindical da esquerda, de olho nas eleições.

A estratégia tucana inclui o apoio às bandeiras da redução da jornada de trabalho de 40 horas semanais e o fim do fator previdenciário enquanto abre as portas do partido aos sindicalistas com a promessa de abrir-lhes vagas para disputar as eleições de 2012 (a meta é alcançar 350 filiações em São Paulo e 150 em Minas).

Petistas e pcedobês ficarão de braços cruzados diante do ataque especulativo da “turma do FHC”?Arriba, Forlán!Uruguai e Paraguai decidem hoje (às 16 horas) o título de campeão da Copa América.

Favorito, caso vença o Uruguai levantará seu 15º sul-americano, isolando-se como o maior campeão de sua história (a Argentina vem em seguida, com 14 títulos).

O time fez uma ótima e surpreendente Copa na África, mostrando ao mundo o renascimento do futebol uruguaio, num processo de reestruturação amplo que, infelizmente, não ultrapassou o Chuí.

Desejo sucesso à Celeste.