“Epidemia do Crack” será debatida em audiência requerida por Zambiasi

PTB Notícias 2/05/2010, 12:51


O requerimento (nº 19, de 2010) de autoria do senador Sérgio Zambiasi (PTB-RS), que pede a realização de audiência, para debater a chamada “Epidemia do Crack” no Brasil foi aprovado nest semana pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado.

A audiência pública será conjunta com as Comissões Educação, Cultura e Esporte – CE, Assuntos Sociais – CAS, de Direitos Humanos e Legislação Participativa – CDH e Constituição, Justiça e Cidadania – CCJ.

Para debater o tema foram convidados o Presidente da Associação Nacional dos Jornais (ANJ), Judith Brito e o Presidente da Associação Brasileira das Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT), Daniel Pimentel Slaviero.

Segundo o senador Zambiasi essas personalidades já vêm desenvolvendo campanhas de combate ao crack nos veículos de mídia.

“O papel da comunicação é fundamental para alertar a população sobre os efeitos danosos causados por esta droga.

A rádio, a TV e os jornais, são ferramentas importantes neste processo, pois atuam de forma democrática levando informação, a milhares de pessoas.

“, disse Zambiasi.

Na ocasião, o senador Zambiai comentou sobre a reportagem publicada na última segunda-feira (26/4), pelo jornal Zero Hora sobre a ação dos traficantes, que estão usando um “selo de garantia” para destacar a procedência do crack.

“Isso é um abuso”, enfatizou Zambiasi.

Os traficantes foram apreendidos por agentes do Denarc, com 2,47 quilos de crack.

O senador Zambiasi falou também dos três Projetos de Lei apresentados que vão ao encontro dos eixos propostos de combate prevenção e conscientização, repressão e leis.

“O primeiro projeto, agora Lei nº 12.

219, autoriza a União a fazer convênios diretamente com os municípios com o objetivo de prevenir o uso de drogas e possibilitar a atenção e reinserção social de usuários e dependentes.

Os outros dois projetos do parlamentar continuam tramitando no Senado: o PLS 187/09 que aumenta a pena de dois terços até o dobro para traficantes de crack e cocaína.

Está tramitando na CCJ e seu relator é o senador Jarbas Vasconcelos.

E o PLS 202/09 que trata do auxílio-doença concedido ao dependente químico, dando ao beneficiário o direito de revisão automática em caso de cessação antes da conclusão do tratamento.

“Acredito que esses outros dois projetos também sejam aprovados.

Vamos continuar trabalhando para que isso aconteça, ainda, este ano”, disse Zambiasi.

Ao concluir seu pronunciamento na Comissão de Educação, o parlamentar gaúcho, sugeriu que a reunião fosse realizada no Plenário do Senado.

fonte: Assessoria de Imprensa do senador Sérgio Zambiasi (PTB-RS)