Ernandes Amorim exige solução para intervenção no Banco de Rondônia

PTB Notícias 18/05/2007, 11:31


O deputado federal Ernandes Amorim, do PTB de Rondônia, questionou no Plenário da Câmara a intervenção do Banco do Estado de Rondônia, que segundo ele já se arrasta por mais de uma década.

O deputado Amorim explicou que a intervenção nomeada pelo Banco Central de Administração Especial Temporária foi iniciada em fevereiro de 1995 e deveria durar um ano.

De acordo com o deputado petebista, somente nos primeiros quatro anos a dívida do estado passou de pouco mais de 34 milhões para mais de 800 milhões de reais.

“Essa dívida debitada ao estado de Rondônia, contraria decreto lei nº 2.

321, de 1987, que diz que a partir da data de intervenção o Banco Central passa a ser responsável pelo endividamento.

Como Rondônia vai pagar uma dívida astronômica sem contraí-la, e sem beneficiar o estado e o seu povo?”, disse o deputado do PTB de Rondônia.

Ernandes Amorim afirmou ainda que estas mesmas indagações foram feitas no ano de 2000 quando exercia o mandato de senador e ainda continuam sem respostas.

fonte: Informativo da Liderança do PTB na Câmara dos Deputados