Ernandes Amorim protesta contra atraso na construção de usinas em RO

PTB Notícias 27/09/2007, 7:39


O deputado federal Ernandes Amorim, do PTB de Rondônia, em discurso no plenário da Câmara, revelou sua preocupação com a questão das usinas de Rondônia, que, segundo ele, podem evitar um futuro apagão em todo o país, mas estão com as obras atrasadas em um ano “pela falta de sensibilidade na concessão das licenças ambientais para sua construção”.

“E agora, se já não bastasse, há uma briga entre Odebrecht e Camargo Corrêa para saber quem comandará o grupo ou se associará a outro grupo para fazer a obra.

Tive notícia nesta semana de que o Ministro de Minas e Energia suspendeu a licitação, pois o Tribunal de Contas da União terá de fazer a vistoria no projeto licitatório”, disse o deputado petebista.

“Essa nova polêmica vai atrasar o empreendimento nacional do Estado de Rondônia, que vai evitar o apagão nacional, gerar emprego, riqueza, exportação para o Brasil, mas não foi visto em tempo hábil pelas autoridades do País.

O Tribunal de Contas da União tem a missão de corrigir e verificar a documentação.

Daqui a pouco vai ficar igual ao Gás Natural de Urucum que não fizeram licitação e deram para determinada empresa construir sem licitação”, afirmou Ernandes Amorim.

“Por isso estamos aqui em nome do Estado de Rondônia, da necessidade da energia no País, simplesmente para que não venha acontecer um apagão futuro e que as autoridades brasileiras olhem para o problema dessas hidrelétricas para que agilizem toda documentação para recuperarmos um ano que tem de atraso e não encontrar mais um ano de sacrifício pela frente”, finalizou o parlamentar petebista.

Agência Trabalhista de Notícias