Eros Biondini: Seminário propõe reflexão sobre os megaeventos esportivos

PTB Notícias 13/03/2013, 8:20


Em um contexto marcado pela difusão das práticas esportivas e em virtude da promoção dos jogos mundiais, a Secretaria de Esportes e da Juventude (SEEJ) de Minas Gerais, em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Universidade de Griffith, realizou na terça-feira (12/3/2013) o seminário “Gestão no esporte e legado de grandes eventos esportivos”, com foco estratégico voltado para a atração de investimentos e atenção internacional.

De acordo com o secretário da pasta, Eros Biondini (PTB), a perspectiva é otimizar o intercâmbio de informações em relação às questões diagnosticadas por meio do Seminário e fazer com que as políticas públicas alcancem os 853 municípios mineiros.

“O caminho é o diálogo.

Não vamos medir esforços no que tange ao aproveitamento das potencialidades de Minas voltadas à promoção de valores para a cidadania”, afirmou.

O curso foi ministrado pela professora da Universidade de Griffith, na Austrália, Kristine Toohey.

Reconhecida internacionalmente por sua reputação como pesquisadora sobre os Jogos Olímpicos, a palestrante arrancou aplausos entusiasmados da plateia ao traçar um panorama comparativo entre o Brasil e a Austrália.

“Esta é a oportunidade de mostrar ao mundo as inúmeras facetas culturais e apostar na gestão compartilhada das políticas públicas locais e regionais”, ressaltou.

Os exemplos bem sucedidos em Sidney, inspiraram Rafael Pety, diretor de Desenvolvimento de Programas e Projetos da Prefeitura de Brumadinho, que pretende replicar no município, ações que motivem a inclusão no esporte, especialmente, no que se refere aos deficientes físicos.

O encontro aconteceu no auditório da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional (EEFFTO) e reuniu mais de 300 pessoas entre autoridades municipais, gestores estaduais, professores e estudantes de educação física.

Os participantes acompanharam o curso por meio de tradução simultânea e todos receberam certificados.

O secretário-adjunto de Esportes, Rogério Romero, apoiou a iniciativa e pretende estender o diálogo.

“É preciso oferecer subsídios para uma discussão acerca das políticas que constituam legados, afinal; excelência é o que se espera.

“Segundo palestrante do evento, Luis Fernando Magalhães, diretor da Latino Austrália Education, apresentou o Programa “Ciência sem Fronteira” do governo federal.

Em seguida, o professor Carlos Alexandrino dos Santos, da Subsecretaria de Ensino Superior da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, falou sobre a oportunidade de cursos de línguas para o programa “Ciência sem Fronteiras”.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal do deputado Eros Biondini (PTB-MG)