Escassez de mão-de-obra qualificada preocupa, afirma Armando Monteiro

PTB Notícias 12/10/2007, 8:11


O deputado petebista Armando Monteiro Neto, presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), conversou nesta semana com o ministro Miguel Jorge, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, e externou a preocupação dos setores exportadores quanto a diversos temas, entre eles o câmbio, as dificuldades de logística e, principalmente, a escassez de mão-de-obra qualificada.

“No Brasil, obter mão-de-obra qualificada para trabalhar na indústria é um problema quando a economia volta a crescer.

Existe uma escassez de oferta”, afirmou o presidente da CNI, Armando Monteiro Neto.

Monteiro Neto lembrou que a CNI lançou recentemente o programa Educação para a Nova Indústria, que vai investir R$ 10,45 bilhões entre 2007 e 2010 na formação de 16,2 milhões de trabalhadores para a indústria, com um aumento médio de 25% nas matrículas em relação aos patamares atuais.

“As entidades do Sistema S, em especial o SESI e o SENAI, estão ampliando os investimentos em educação”, disse o deputado Armando Monteiro Neto, que é presidente do Diretório Estadual do PTB em Pernambuco.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações da Agência CNI)