Estâncias turísticas de São Paulo buscam apoio do secretário Claury Alves

PTB Notícias 28/08/2007, 11:24


Os 67 destinos paulistas denominados “estâncias” querem uma aproximação maior com as ações de divulgação da Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo do Governo do Estado de São Paulo porque, agora, fazem parte da Secretaria Estadual de Economia e Planejamento.

Com esta finalidade, o presidente da Aprecesp (Associação das Prefeituras de Cidades Estância do Estado de São Paulo), Antonio Carlos de Faria reuniu-se com o secretário de Esporte, Claury Alves da Silva, solicitando apoio para o trabalho de difundir a imagem dessas cidades que absorvem significativo fluxo de turistas durante o ano todo.

O secretário pertence ao PTB de São Paulo.

“Tenho certeza que o secretário Claury viu com bons olhos nosso pleito, pois a entidade que congrega os 67 municípios necessita de promoção para que paulistas, brasileiros e estrangeiros tenham a oportunidade de conhecer cada vez mais as atividades turísticas disponíveis nestes lugares”, disse o presidente da Aprecesp, também prefeito da estância climática de Caconde.

“É incontestável a representatividade dos atrativos das estâncias balneárias, climáticas, hidrominerais e turísticas e é de se destacar que vários municípios dependem exclusivamente do turismo para geração de empregos e fonte de renda”.

Ao receber a solicitação da Aprecesp, o secretário petebista enfatizou a importância do Turismo como uma atividade transversal no Governo que passa pela Cultura, Meio Ambiente, Educação, entre outras Pastas.

“E a divulgação ao lado da capacitação são dois caminhos que impulsionam o desenvolvimento desses destinos”.

Claury também salientou as ações da Pasta frente ao programa de regionalização do Turismo no Estado, “caminho que vem sendo seguido e que prioriza o nosso trabalho”.

O secretário Claury foi convidado pelo presidente Faria, da Aprecesp, durante o encontro, para participar no próximo mês de setembro, no município de São Roque, de um evento que congregará as 67 estâncias paulistas.

fonte: site do Governo do Estado de São Paulo