“Estão impedindo o servidor de exercer seus direitos”, diz José Geraldo

PTB Notícias 14/11/2007, 10:28


“Quero lamentar a rejeição de um requerimento que só pedia o direito dos servidores, em saber o que está sendo descontado do seu pagamento”.

A afirmação feita pelo deputado estadual José Geraldo (PTB/TO), durante a sessão desta terça-feira (13/11), se deve ao fato dos deputados governistas rejeitarem proposta, de sua autoria, que pedia a especificação no contra cheque dos servidores públicos dos serviços cobrados no item dos descontos de coparticipação.

O petebista alertou que o documento não implicava em nenhuma mudança no atual sistema de planos de saúde, mas, no entanto, preservava, um direito do funcionário em conhecer os descontos feitos pela administradora do governo.

Ele criticou o veto dos parlamentares, afirmando que estavam “impedindo o servidor de exercer um direito líquido e certo”.

E emendou criticando o governo, “negar esse tipo de informação traduz a transparência deste governo”.

Para José Geraldo é lamentavel que o governo não disponibilize a favor do seu próprio funcionário o direito de ter conhecimento as datas, os valores e os serviços na qual foram utilizados os planos de saúde.

De acordo com o autor, além de facilitar o acesso as informações, a proposta também oportunizava a fiscalização, por parte dos conveniados.

“A informação possibilitará aos mesmos efetuarem um planejamento mensal dos descontos que irão ser efetuados, bem como, saberem se aquele desconto é realmente de sua responsabilidade”.

O parlamentar também estendeu as críticas para outras atividades em plenário: a ausência dos parlamentares após a votação da ordem do dia.

“Quero lamentar o sumiço dos deputados governistas, após a rejeição deste requerimento”.

Agência Trabalhista de Notícias