Everaldo Fogaça denuncia abandono do maior cemitério de Rondônia

PTB Notícias 19/02/2016, 11:55


Considerado o maior cemitério de Rondônia, o Santo Antônio, localizado em Porto Velho, mais uma vez foi alvo de denúncias de usuários do sistema público.

O vereador Everaldo Fogaça (PTB) esteve na manhã de quarta-feira 17/02/2016 no campo santo e presenciou os mesmos problemas de sempre: matagal, sepulturas abertas e grande dificuldade para localização dos túmulos de entes queridos.

“Parece que a Prefeitura só lembra do cemitério em Dia de Finados.

É a única data em que o Santo Antônio recebe serviços de limpeza.

O restante dos anos é assim: abandono e desrespeito”, comentou.

O vereador disse que vai enviar esta semana para a Semusb um pedido de providência e cobrar a limpeza emergencial do cemitério.

No ano passado, a Prefeitura de Porto Velho anunciou o calçamento do cemitério, como parte das obras de revitalização do cemitério público.

O calçamento foi até feito, mas apenas uma parte recebeu melhorias.

Quase a totalidade do cemitério continua tomada pelo matagal.

Segundo Fogaça, o problema do Santo Antônio não é apenas a falta contumaz de cuidados com o local.

O cemitério é grande e já não tem muito para onde crescer.

A dificuldade de cuidar do espaço abre espaço para situações criminosas no local como a violação de tumbas, um problema que já levou o Município, inclusive, a ser condenado pela Justiça ao pagamento de indenização de famílias que tiveram o corpo de seu ente querido violado.

“A situação é grave e já está na hora do Município a discutir um projeto de construção de um novo cemitério para a capital, seja no próprio Santo Antônio, seja em outro local.

O que não pode é ficar do jeito está.

Não sei se já existe um projeto, ou se há uma discussão interna sobre isso, mas sei que é necessária que haja uma discussão sobre o assunto”, finalizou.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal Gente de Opinião Foto: Divulgação/Assessoria