Everaldo Fogaça tem requerimentos aprovados na Câmara de Porto Velho

PTB Notícias 24/05/2013, 5:50


A Câmara Municipal de Porto Velho (RO) aprovou, na sessão plenária da terça-feira (21/5/2013), dois requerimentos de autoria do vereador Everaldo Fogaça (PTB) para a realização de audiências públicas para debate de situações polêmicas que vêm ocorrendo em Porto Velho.

O primeiro requerimento aprovado vai discutir a regularização fundiária das áreas de assentamento do município de Porto Velho.

Para a audiência pública foram convidados os secretários Christian Camurça, da Semur, e Carlos Dobbis, Procurador-Geral.

Os dois foram recentemente alvo de denúncias de vereadores por supostas manobras nas questões envolvendo o processo judicial de despejo das famílias do Jardim Santana 3.

A audiência está marcada para o dia 19 de junho.

Na audiência, os vereadores vão querer saber dos dois o que está acontecendo na Semur e na PGM que possa explicar denúncias de omissão em suas atribuições que têm travado o bom andamento dos processos e resolução dos litígios.

Não menos polêmico, o segundo requerimento é de outra audiência pública que vai debater o corredor de ônibus recentemente implantado pela Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran), na Calama.

Está marcada para acontecer dia 6 de junho.

A implantação de um corredor exclusivo para ônibus no trecho da Avenida Calama, entre as Avenidas Jorge Teixeira e Presidente Dutra, tem sido objeto de cerradas críticas dos comerciantes e moradores da região.

A insatisfação aumentou ainda mais porque desde 13 de abril não é mais permitido o estacionamento de qualquer veículo até às 19h e a multa passou a valer a partir de 1º de maio, quando muitos motoristas foram multados por terem deixado seus carros estacionados do lado direito da via.

Como convidados para a “sabatina” estão o prefeito Mauro Nazif (PSB) e o secretário municipal de Trânsito, Carlos Guttemberg, e a Federação do Comércio (Fecomércio-RO) como representantes da iniciativa privada comercial.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal Notícia na Hora