‘Exército e PF não devem apoiar corrupção em Roraima’, diz Mozarildo

PTB Notícias 2/10/2013, 16:57


O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) voltou a criticar, nesta quarta-feira (2/10/2013), o governo de Roraima, devido à corrupção, segundo ele, no processo de titulação de terras públicas.

Ele leu em plenário texto de uma coluna do jornal Folha de Boa Vista, que relata estratégias do governo junto à Polícia Federal e ao Exército para confirmar a regularidade na titulação de terras.

Em setembro, o senador havia discursado sobre o mesmo assunto e afirmado que o governo do estado e o Instituto de Terras de Roraima (Iteraima) estariam envolvidos em um esquema de compra, venda e registro ilícito de terras públicas.

As terras, que permaneceram em nome da União depois que Roraima deixou de ser território federal, deveriam ser regularizadas e tituladas a favor dos reais proprietários, mas estariam sendo doadas para “laranjas”.

Mozarildo leu a matéria do jornal que relata uma conversa do governador com o superintendente da Polícia Federal sobre o processo de titulação de terras, para mostrar a inexistência de irregularidades.

O jornal também cita que o governo quer encarregar o Exército de fazer o georreferenciamento das terras.

O senador disse não acreditar que a Polícia Federal, o Ministério Público e o Exército possam colocar sua imagem em risco para apoiar o governo de Roraima.

“Não acredito nem que a Polícia Federal nem que o Exército vão, de alguma forma, colaborar para que essa roubalheira, esse assalto às nossas terras, esse tipo de corrupção seja consumado, ainda por cima com uma tintura de seriedade”, afirmou.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Agência SenadoFoto: Waldemir Barreto/Agência Senado