Ezequiel Neiva conduz sessão sobre ações da Sesau durante pandemia

Agência Trabalhista de Notícias 22/04/2020, 9:33


Imagem Crédito: José Hilde-ALE/RO

A Comissão Temporária criada pela Assembleia Legislativa de Rondônia, com o objetivo de acompanhar a situação fiscal e a execução orçamentária e financeira das medidas relacionadas à emergência de saúde pública relacionada ao Coronavírus (Covid), ouviu na quarta-feira (15) secretários do Governo, para colher informações sobre as ações para enfrentar a pandemia. A reunião, realizada no plenário, foi conduzida pelo presidente da Comissão, Ezequiel Neiva (PTB).

Além dos parlamentares, participaram da reunião o secretário estadual de Saúde, Fernando Máximo; o superintendente estadual de Licitações, Márcio Rogério; o chefe da Casa Civil, Junior Gonçalves, além de técnicos da Sesau, que apresentaram documentos e responderam aos questionamentos dos deputados.

“Estamos aqui para ouvir, para tomar conhecimento e para contribuir. Esta Casa quer ajudar, exercendo seu papel de fiscalizadora. Temos encaminhamentos que iremos fazer também por escrito e aguardamos respostas”, disse Ezequiel Neiva.

Fernando Máximo pediu desculpas por não ter respondido os documentos encaminhados pela Assembleia Legislativa. Ele explicou que existe um comitê para tratar do Covid-19 e não foi dada a devida importância ao pedido de informações. “O assunto não foi tratado como seria se os documentos tivessem chegado na Sesau. Mas isso não vai mais acontecer”, citou.

O secretário disse que o Estado recebeu R$ 9 milhões do Governo Federal, dos quais R$ 3,5 milhões já foram repassados aos municípios. O Estado também recebeu equipamentos de proteção para os servidores da saúde, e também álcool em gel. Ele apresentou a relação aos parlamentares.

Ao final da sessão, Ezequiel Neiva encaminhou uma série de requerimentos de informações para a Sesau, agradeceu a presença de todos e disse que o trabalho segue. Segundo Neiva, o secretário Fernando Máximo tem uma equipe capacitada, mas é necessário que as solicitações dos parlamentares sejam atendidas. “Nosso papel é fiscalizar e também ajudar o Governo nesse momento”, finalizou.

Com informações da Assembleia Legislativa de Rondônia